Cidadeverde.com

Garota de 17 anos é trazida do Pará para se prostituir no litoral; empresária é presa

Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil do Piauí prendeu ontem (7) Samara Nascimento Nóbrega, conhecida como Barbie, suspeita de exploração sexual de adolescentes em Parnaíba, a 338 km de Teresina. A investigação aponta que a adolescente de 17 anos veio do Pará para trabalhar no bar da Barbie. Ao chegar ela foi obrigada a se prostituir e recebia cerca de R$ 200 por programa. 

Samara Nascimento tem 34 anos e foi detida quando tentava falar com o namorado na Central de Flagrantes. O namorado tinha sido preso por furto de energia. Na Central, os agentes cumpriram um mandado de prisão contra ela. 

A mulher é proprietária de duas casas noturnas no litoral piauiense, uma em Parnaíba e outra em Luís Correia, e é investigada por manter adolescentes em seus estabelecimentos para a prostituição. As investigações iniciaram após uma troca de informações entre as Polícias Civil do Piauí e do Pará.

“Recebemos a informação de que havia uma investigação no Pará a respeito de possíveis adolescentes que saíram de Belém, no Pará, e estavam sendo agenciadas por uma pessoa aqui na nossa cidade. Demos início a nossa investigação e identificamos as casas onde as menores estavam e bateram no Sítio da Barbie”, relatou o delegado regional de Parnaíba, Williams Pinheiro. 

Com a conclusão, a Polícia foi até o local onde Samara Nascimento mantém a casa noturna e flagraram uma menor de idade que vivia da prostituição. De imediato, segundo o delegado, foi dado voz de prisão ao gerente da casa noturna, o namorado da Barbie. 

“Ela não foi encontrada, o namorado foi conduzido à Central de Flagrantes e foram continuadas as investigações. Requisitamos ao Poder Judiciário a prisão preventiva e agora, com um mandado de prisão preventiva dela, estávamos fazendo campana para encontrar ela”, acrescentou o delegado. 

Durante outra operação na cidade, a Polícia Civil encontrou nos estabelecimentos dela a prática de furto de energia.  Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em sua residência.

“Contra ela foi cumprido o mandado de prisão preventiva pelo crime de favorecimento pessoal pela prática de prostituição de menores de 18 anos e por furto de energia. Amanhã será apresentada na audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça”, completou o delegado. 

Samara Nascimento foi candidata do PSL ao cargo de vereadora em 2020 e obteve 68 votos ficando na suplência.

 

Nataniel Lima e Darival Junior
[email protected]