Cidadeverde.com

Piauienses são presos suspeitos de participar de roubo de R$ 14 milhões em São Paulo

  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_29_52.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_29_47.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_29_41.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_29_29.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_29_16.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_28_58.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_28_51.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_28_24.jpeg Divulgação/SSP
  • WhatsApp_Image_2023-01-17_at_09_28_18.jpeg Divulgação/SSP

Atualizada às 11h25

Subiu para seis o número de piauienses presos na ‘Operação Teia’, coordenada pela 1ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Roubos e Latrocínios do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), de São Paulo. 

O delegado Filipe Bonavides, da Central de Flagrantes de Parnaíba, informou que foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão e de prisão temporária. Foram presos quatros homens e duas mulheres na cidade de Parnaíba, a 337 km de Teresina.

“Essas pessoas foram ouvidas e estão sendo investigadas sobre um roubo acontecido no estado de São Paulo, onde foram desfalcados cerca de R$ 14 milhões, que foram remetidos a diversas contas ao redor do país. Os suspeitos no Piauí teriam recebido valores em contas vinculadas aos nomes deles”, explicou o delegado.

Ele informou que a participação de cada um na organização criminosa está sendo apurada. “A participação e o nível de conhecimento deles na ocorrência criminosa está sendo apurada para fim de decretação preventiva, prorrogação temporária, ou até mesmo a soltura, caso não se confirme uma participação mais efetiva. Isso ficará a cargo do juiz competente que é de São Paulo. Todos os mandados destinados ao Piauí foram cumpridos e a Polícia Civil segue a disposição para apuração de outros envolvidos que teriam participado da cadeia criminosa aqui no Piauí”, destacou.

Matéria original

Cinco piauienses foram presos nesta terça-feira (17) suspeitos de envolvimento com uma quadrilha investigada por um roubo de R$ 14 milhões, ocorrido em São Paulo, em agosto do ano passado. Os mandados foram cumpridos pela Polícia Civil na cidade de Parnaíba, com apoio da Força Estadual Integrada de Segurança Pública. 

A ação faz parte da ‘Operação Teia’, coordenada pela 1ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Roubos e Latrocínios do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), de São Paulo. 

No Piauí foram presos 3 homens e 2 mulheres. Eles foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Parnaíba para prestar depoimento ao delegado Filipe Bonavides.

Ao todo, os agentes cumprem 77 mandados de busca e apreensão e 76 de prisão em 16 cidades de São Paulo e em outros seis Estados do país.

O crime 

A investigação teve início após uma empresa de empreendimentos imobiliários sofrer um roubo de R$ 14 milhões, via transferências bancárias. O crime aconteceu em agosto de 2022. 

 


Natanael Souza
[email protected]