Cidadeverde.com

Adolescente que levou tiro no rosto diz que disparo foi de dentro da escola

A Polícia Civil da cidade de Parnaíba, a 310 km de Teresina, está investigando um caso misterioso envolvendo um adolescente de 17 anos que foi atingido com um tiro na boca em uma escola na última segunda-feira. A vítima falou com exclusividade ao Jornal do Piauí e disse que o disparo partiu de uma sala e não de fora da escola.

O caso aconteceu no Colégio Polivalente Lima Rebelo na manhã da última segunda-feira, 14, quando o adolescente caminhava distraído pelos corredores da escola. “Estava sentado no corredor da biblioteca no celular. Aí eu estava de frente com uma portinha quando me deparei foi com o disparo bem no meu rosto. Eu nem percebi que tinha pegado o disparo, foi só na hora que vi o sangue descer que eu percebi que tinha pegado o tiro e só fiz sair correndo com a mão no rosto. E eu tenho pra mim que o disparo foi dali daquela porta. Não tem como vir de fora ou de lugar nenhum, pois foi muito perto", relatou o jovem.

Logo após o ocorrido, uma equipe da Polícia Militar fez várias rondas pelos arredores da escola, mas não conseguiu localizar suspeitos. Inicialmente, os policiais levantaram a suspeita que o disparo tivesse partido de fora das dependências do colégio. No entanto, a própria vítima descartou a hipótese.

O adolescente recebeu alta médica nesta quarta-feira. O disparo perfurou o rosto próximo ao nariz e o projétil saiu no pescoço perto da orelha.

De acordo com o delegado Rodrigo Valente, a arma utilizada no crime não foi localizada e a linha de investigação segue em sigilo. Ele destacou que a diretora da escola já foi ouvida e várias pessoas serão chamadas para depoimento na próxima semana. “Já solicitamos as imagens do circuito de segurança com a movimentação no dia do ocorrido e vamos ouvir as pessoas", finalizou.

Da Redação 
Redacao@cidadeverde.com