Cidadeverde.com

ZPE de Parnaíba será a primeira a funcionar no Brasil

As obras da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Parnaíba estão em fase de conclusão e entra em funcionamento no mês de maio, sendo a primeira a operar no Brasil.  Esse é considerado um dos projetos prioritários pelo governador Wellington Dias para ajudar a alavancar o desenvolvimento do Piauí.

A principal vantagem da ZPE de Parnaíba é a facilidade de exportar, onde todos os impostos já são liberados e o produtor industrial sai com a situação de desembaraço aduaneiro. Foram investidos cerca de 30 milhões em uma total de 313 hectares, totalmente estruturada com edificações, sistema viário, eletrificação industrial, redes de saneamento e abastecimento d’água e Estações de Tratamento D’água e de Tratamento de Esgotos.

De acordo com o presidente da ZPE, Paulo Cardoso, em pleno funcionamento serão gerados cerca de 3.000 empregos diretos e mais 8.000 no campo, na produção de matéria prima para a exportação. " Dez projetos industriais já foram apresentados por indústrias exportadoras, três deles estão aprovados pelo Conselho das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), sendo que um deles já está implantado, que é a Indústria Agrocera, que beneficiará e exportará cera de carnaúba, com perspectiva de funcionamento neste semestre", explica Paulo Cardoso.

O alfandegamento já foi solicitado e todas as vistorias feitas. As correções apontadas estão sendo executadas. Paulo Cardoso também ressalta que a expectativa é de um retorno à curto, médio e longo prazo e acrescenta que os Tabuleiros Litorâneos configuram um dos pilares para o pleno funcionamento.

"Os Tabuleiros Litorâneos são grandes extensões para o agronegócio que é uns dos pilares da ZPE, então veja que temos ali do lado um casamento perfeito", disse o presidente da ZPE.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com