Cidadeverde.com

TJ realiza ações no combate à violência doméstica em Parnaíba

Visando um correto fluxo de atendimento das vítimas de violência doméstica na cidade de Parnaíba, bem como um atendimento humanizado destas, a juíza ttitular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, Maria do Perpetuo Socorro Ivani de Vasconcelos, juntamente com a equipe técnica do Núcleo Multidisciplinar Lei Maria da Penha, desenvolveu diversas atividades neste mês de abril, junto à rede de atendimento à mulher vítima de violência.

As atividades tiveram início com a realização de visitas institucionais à Delegacia Especializada na Defesa dos Direitos da Mulher e ao Instituto de Medicina Legal, seguida do atendimento à equipe do Grupamento Especializado no Atendimento à Criança, ao Idoso e à Mulher (GAECIM) da Polícia Militar, culminando com a realização de uma reunião institucional, realizada no último dia 18.04l, no fórum Salmon Lustosa, com representantes do Ministério Público, Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica da Defensoria Pública, Polícia Militar (GAECIM), Polícia Civil (Delegacia Especializada dos Direitos da Mulher, Central de Flagrantes, Instituto de Criminalística e Instituto de Medicina Legal), Núcleo de Enfrentamento à Violência – NEV, além dos oficiais de Justiça desta Comarca.

Durante estas atividades foram discutidas a importância das instituições continuarem fortalecendo esta rede, bem como promovendo ações que comprovem o quanto a violência doméstica, em suas diversas modalidades, está sendo combatida e tratada com a seriedade que a situação requer.

Quanto à criminalidade na cidade de Parnaíba, também no mês de abril, foi realizada uma reunião com a Exmª Juíza de Direito Titular da 1ª Vara Criminal, o juiz titular da 2ª Vara Criminal, Marcelo Mesquita, todos os delegados de Polícia Civil da cidade e os peritos do Instituto de Criminalística, com o propósito de discutir estratégias para melhor atendimento aos prazos dos inquéritos policiais, maior celeridade aos processos criminais e, consequentemente, uma resposta mais ágil ao enfrentamento desta criminalidade.

 

Da Editoria de Cidades
redacao@cidadeverde.com