Cidadeverde.com

Segunda indústria da ZPE Parnaíba recebe autorização e anuncia instalação

A segunda indústria da Zona de Processamento de Exportação do Estado do Piauí, a ZPE Parnaíba, já recebeu a autorização para se instalar. A entrega formal da autorização foi feita em cerimônia realizada na tarde da última quinta-feira (12) na sede administrativa da ZPE aos empresários Antônio de Pádua Brito Costa, Juliana Rego Franco e Mário Josino Neto, sócios da Indústria Ecopellets que está sendo constituída para atuar na produção e exportação de pellets e briquetes, um tipo de matriz energética utilizada em lareiras de residências e empresas em países de clima frio, bem como nas caldeiras de indústrias que tem o calor como força motriz. Os empresários informaram que as providencias para a instalação da indústria começarão logo. 

A entrega da autorização foi feita pelo presidente da ZPE Parnaíba, Paulo Cardoso, e pelo prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, diante de um auditório com a presença de representantes da indústria, do comércio e do poder público local. O empresário Mário Josino Neto, que representou a sociedade empresária na mesa de honra, explicou que o produto a ser fabricado na segunda indústria da ZPE é vocacionado para a exportação por fazer parte da matriz energética de vários países. Ele adiantou que a indústria Ecopellets já tem contatos firmados para o fornecimento de pellets e briquetes para vários países, com propostas aceitas de formalização de contratos anuais. 

Na ocasião ele destacou o empenho do presidente Paulo Cardoso na tramitação e aprovação do projeto industrial da Ecopellets junto ao conselho de administração da ZPE, aos órgãos do governo do Estado e ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O empresário Mário Josino agradeceu o trabalho da secretária executiva do MDC, Thaise Dutra, e do coordenador de análise de projetos, Delphino Pires de Souza Júnior, pela agilidade no encaminhamento do projeto junto ao CZPE.

O prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, deu boas vindas ao novo empreendimento no município, reafirmou a parceria da Prefeitura com a ZPE e fez uma previsão positiva do incremento para a economia regional com a geração de empregos e divisas. Embora gere empregos diretos, o maior impacto dever ser na criação de oportunidades no campo, promovendo melhoria da qualidade de vida. “Os investimentos não têm parado. E nós estamos buscando e encontrando as soluções para o funcionamento da ZPE Parnaíba”, disse.

O prefeito também ressaltou o empenho do governador Wellington Dias para a implantação da ZPE e reconheceu o bom desempenho do Conselho das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE) para o sucesso da iniciativa que promete grandes transformações no panorama econômico do Piauí a partir do litoral.

Para o presidente da ZPE, Paulo Cardoso, a autorização para funcionamento da segunda indústria é um fato que ajuda a consolidar o condomínio industrial exportador como um dos principais projetos de desenvolvimento do Piauí, atendendo a uma das determinações do governador Wellington Dias. Cardoso destacou a importância econômica e o ganho ambiental que a Ecopellts vai trazer para o Piauí, uma vez que colocará no mercado mundial um produto ecologicamente sustentável. Ele se referiu à matéria prima que será a palha da carnaúba, depois da extração da cera.

PELLETS E BRIQUETES

A ZPE Parnaíba, através da indústria Ecopellets, vai colocar no mercado mundial uma categoria inovadora de pellets e briquetes, que será o produzido a partir da palha da carnaúba, que apresenta uma combustão mais duradoura que os produzidos de outras matérias, como a madeira. O formato dos pellets é granulado, enquanto que os briquetes podem ser em forma de tijolos ou tarugos. Os mercados consumidores estão localizados em parte da América Latina e na Europa. 

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com