Cidadeverde.com

Mãe é levada para delegacia após bater no filho de três anos

              Foto: Polícia Militar

Uma mãe foi levada para a Central de Flagrantes suspeita de agredir o filho de três anos de idade. O caso ocorreu nesta quarta-feira (26), no bairro Piauí, em Parnaíba. A denúncia foi feita por vizinhos que acharam estranho os gritos do menino e acionaram o Conselho Tutelar. 

A conselheira Rosa Oliveira explica que uma equipe foi ao local juntamente com o Grupamento de Atendimento Especializado a Criança ao Idoso e a Mulher (Gaecim) e constatou que a criança tinha hematomas nas costas e no rosto. O menino foi submetido a exame de corpo de delito. 

"Ao chegar na residência constatamos a criança com hematomas. Foi determinada medida protetiva e o menino está com família extensa, ou seja, outro membro da família", disse Rosa Oliveira. 

O coordenador da Central de Flagrantes, João Rodrigo Luna, explica que a mulher responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por lesão corporal. O delegado acrescenta ainda que a mãe demonstrou arrependimento ao chegar na delegacia e admitiu ter batido no filho. 

"Os vizinhos acharam estranho porque a mãe nunca tinha batido no filho. Ela disse que estava doente e perdeu a cabeça com a criança, quando ele começou a espalhar remédios e alimentos pela casa. A mãe conta que estava deitada e pediu inúmeras vezes para que o filho parasse, ao que ele insitia. Por sua vez, ela pegou um cinto e bateu no filho, mas se disse arrependida. Acreditamos que foi o chamado 'corretivo' e talvez ela tenha se excedido", explica o delegado. 

O caso será encaminhado a um distrito do litoral para apurar se a situação se trata de um crime de maior complexidade como tortura ou maus tratos. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com