Cidadeverde.com

Parnaíba: mãe vai ao Conselho Tutelar e nega ter oferecido filha para abuso

A mãe que teria aceitado R$ 5 para que sua filha de 11 anos tocasse o órgão genital de um homem, negou as acusações e disse ao Conselho Tutelar que ela é quem iria fazer o programa com o senhor de 48 anos, que chegou a ser preso. O caso aconteceu na noite de quinta-feira em Parnaíba.

Segundo a capitã Leoneide Rocha, da Polícia Militar, a mulher compareceu ao Conselho Tutelar e disse que apenas pediu para o homem deixar a menina, que estava acompanha do irmão, em casa. "Ela negou a história dos R$ 5 e disse que ela é quem iria fazer o programa, mas antes pediu para o homem deixar seus filhos em casa", disse a capitã.

No percurso, segundo a mãe, o homem teria desviado o caminho com os dois irmãos, quando foi abordado por uma viatura do Grupamento de Atendimento Especializado à Criança, Idoso e à Mulher (Geacim) do 2º Batalhão da Polícia Militar, e conduzidos até a Central de Flagrantes. . O homem já teria sido solto após pagar fiança.

A capitã disse que a criança ainda está sob os cuidados da tia. 

Hérlon Moraes
redacao@cidadeverde.com