Cidadeverde.com

Acusados de executar jovem de 15 anos em Parnaíba são presos no DF

A dupla acusada de executar o jovem Rômulo Moreira Vieira, em Parnaíba, foi presa esta semana em Ceilândia, cidade satélite do Distrito Federal. Após investigação da Delegacia de Homicídios de Parnaíba Diego Maradona dos Santos Barros e Gilvan Oliveira Marques, conhecido como “Biscoito” foram encontrados em uma casa e presos após mandado de prisão temporária durante operação em Brasília.

O jovem foi executado no dia dois de maio em uma calçada da Rua Oeste, no bairro Piauí. As investigações concluíram que o crime foi motivado por uma dívida relacionada ao tráfico e “Biscoito” teria encomendado o crime a Diego Maradona. Najala dos Santos, esposa de Biscoito e irmã de Diego foi peça chave para descobrir o paradeiro da dupla, já que foi presa como partícipe do crime em junho deste ano. A moto de Najala foi usada no crime. Segundo a Polícia, Najala foi presa no momento que embarcava em um ônibus para fugir da cidade.

Com a prisão dos dois foragidos as investigações relacionadas ao homicídio foram concluídas. Os dois foram denunciados ao Ministério Público. Após uma semana presos no complexo penitenciário da papuda, Gilvan e Diego, foram recambiados  para a comarca de Parnaíba pelas equipes que fizeram a prisão.

O crime

O adolescente Rômulo dos Santos Vieira, de 15 anos de idade, foi executado a tiros na rua Oeste, no bairro Piauí, em Parnaíba, litoral do estado. Segundo informações, a vítima caminhava normalmente pela rua quando foi surpreendida pelos disparos. Ele foi atingido por três tiros.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com