Cidadeverde.com

Polícia incinera plantação de cinco mil pés de maconha no litoral

  • 16a1a0e5-457b-450b-a096-3d3ce139cc75.jpg Divulgação
  • ed267c15-e2ac-49e0-b563-e5bd0c0da0a8.jpg Divulgação
  • 814315e0-a2f0-4498-b740-5c284cef5c8c.jpg Divulgação
  • a83748b9-9d79-4013-8220-0fb5ce059721.jpg Divulgação
  • b07fd61a-ff58-45af-921d-27f1559f02b0.jpg Divulgação
  • 4290940a-8e58-4d57-9b9a-52f18156160e.jpg Divulgação
  • aa8ac78e-04f8-46fe-bba8-be028c73175e.jpg Divulgação
  • c64d5334-c912-4229-b340-97635424f868.jpg Divulgação

Atualizada às 08:21 deste sábado (2)

O comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Antônio Pacífico, informou ao Cidadeverde.com que no fim da operação a PM contabilizou mais de cinco mil pés de maconha. 

Foram encontradas 1430 covas, cada uma com três, quatro ou cinco pés da planta.

"Era um plantio bem avançado de maconha. Com toda estrutura logística, como tanques, bombeamento, irrigação, insumos agrícoloas, todo um aparato. Havia um dispositivo que disparava um alarme quando alguém se aproximava e os suspeitos fugiram", disse o tenente coronel.

O comandante informou que a Polícia Federal foi acionada e deve abrir um inquérito para investigar quem é o proprietário da plantação.

Todos os pés de maconha foram incinerados no fim da tarde dessa sexta-feira (1).

Matéria original

Após denúncia, policiais militares do 2º Batalhão  localizaram, no inicio  da manhã desta sexta-feira (01), uma plantação de maconha. 

O plantio era feito em uma área de mata fechada, dentro de uma propriedade particular, na localidade Ilha das Batatas zona rural de Ilha Grande do Piaui. No total foram quase 150 pés da planta que estavam sendo cultivados em meio à mata.

Nenhuma pessoa foi encontrada no local. Até a chegada à plantação foram colocadas umas espécies de armadilhas com linha de nylon que ao tocar na linha um sino tocava ao lado do acampamento onde os homens ficavam.

Ate o momento ninguém foi preso. A suspeita é que um ex-funcionário da fazenda tenha envolvimento com o plantio. 

Izabella Pimentel Com informações do Blog do Pessoa