Cidadeverde.com

"Gêmeo do crime" é baleado e comparsa morto em troca de tiros no litoral do Piauí

Foto: PC-PI

Um suspeito morreu e outro ficou ferido durante ação da Polícia Civil na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí. O baleado foi identificado como Alex dos Santos Nunes conhecido como um dos 'gêmeos do crime'. Ele e o irmão, Alan dos Santos Nunes ( que não foi alvo da operação pois já se encontra preso) ficaram bastante conhecidos após gravarem um vídeo de dentro do presídio no ano passado. 

O suspeito atingido fatalmente foi identificado como Ricardo Pereira de Souza, vulgo Pertubinha, suposto comparsa de Alex que foi baleado. Ambos foram atingidos após reagirem a ação policial na manhã desta sexta-feira (23). Os policiais cumpriam mandados de busca e apreensão e prisão contra o Alex quando houve reação. 

Na casa foram apreendidas armas, munições e uma máscara. Alex foi encaminhado ao  Hospital Estadual Dirceu Arcoverde e não há informações sobre seu estado de saúde. 

Gêmeos do crime

Alex e o irmão Alan (que já está preso) são considerados de alta periculosidade, de acordo com a Polícia Civil.  Entre as ações criminosas atribuídas aos dois estão assaltos a residências de luxo que seriam comandadas pela dupla de dentro do presídio. 

Gêmeos do crime ficaram conhecidos após gravarem um vídeo de dentro do presídio no ano passado

Alex estava foragido do sistema prisional desde fevereiro de 2017, quando fugiu da penitenciária Irmão Guido, em Teresina. A Polícia Civil informou também que ele é suspeito de vários homicídios na cidade de Parnaíba e Luís Correia, bem como envolvimento em tráfico de drogas. 

Nota da Secretaria de Segurança

A Secretaria de Estado da Saúde informa que o paciente Alex dos Santos Nunes, atendido no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, encontra-se em estado grave. Ele havia recebido três tiros, dois no abdômen e um antebraço direito. 

O paciente está sendo submetido a procedimento cirúrgico, sem previsão de término.

 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com