Cidadeverde.com

Hospital de Parnaíba realiza Mutirão de Cirurgias Pediátricas

Meninas e meninos de 02 a 12 anos de idade foram atendidos pelo Governo do Piauí, no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), em Parnaíba, nesse fim de semana, com procedimentos do Mutirão de Cirurgias Eletivas Pediátricas, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). Esta é a segunda etapa do mutirão que deve atender, somente com cirurgias, 80 crianças.

De acordo com a diretora do hospital, Adrizia Fontenele, durante todo o mês de maio, o Heda dará prosseguimento aos agendamentos, consultas e à realização de exames, para que, em junho, ainda mais crianças sejam contempladas com novas cirurgias. A diretora informou também que, além da busca ativa dos agentes comunitários de saúde, a população que precisar do atendimento pode ir diretamente ao Heda, às sextas-feiras, no horário das 08h às 11h.

Para dona Sara Cardoso, mãe do Felipe Vinícius, de 7 anos de idade, o mutirão de cirurgias foi uma ótima ideia e uma grande oportunidade, principalmente porque, desta vez, atende às crianças. Sara disse ainda que, tão logo seu filho começou a sentir dores, ela procurou o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde e foi prontamente atendida, sem burocracias e que hoje, poucos dias depois, está feliz porque o filho passou por dois procedimentos cirúrgicos: um de fimose e outro de hérnia, e que, certamente, sua família não poderia arcar com as despesas, se não fosse o mutirão.

As cirurgias foram realizadas pela equipe médica de cirurgias pediátricas, tendo à frente a médica Priscila Favorito, residentes e equipe de enfermagem do Heda, que foi especialmente composta para atender a população nos mutirões de cirurgias. A equipe de Enfermagem fez todo o acolhimento das crianças, interagindo o tempo inteiro com atividades do Grupo Riso da Vida, formado por acadêmicos do curso de Medicina da Universidade Federal do Piauí (UFPI) em Parnaíba e  acadêmicos de Fisioterapia da mesma instituição de ensino superior, que levaram atividades lúdicas para os pequenos.

De acordo com a enfermeira Nazaré Escócio, mães, pais e, principalmente, as crianças estão sendo beneficiadas com o Mutirão de Cirurgias Eletivas Pediátricas, uma vez que, por não tratarem-se de cirurgias consideradas de urgência, poderiam levar um pouco mais de tempo para o atendimento e que, dessa forma, a Secretaria de Estado da Saúde acelera os processos e acaba com as filas de espera.

Fonte: Ccom