Cidadeverde.com

PF prende falsário que se passava por médico, coronel e jornalista

Foto: Google Maps

Um gaúcho de 49 anos, de iniciais C.R.F.S.,foi preso pela Polícia Federal em Parnaíba (a 306 km de Teresina) suspeito de se passar por médico, coronel da polícia, massoterapeuta e jornalista. O falsário é condenado por assalto a banco no Mato Grosso e cumpria regime aberto. 

A prisão em flagrante aconteceu após ele prestar um suposto atendimento médico a um cidadão parnaibano. 

Um mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Criminal foi cumprido na casa do suspeito, no bairro Planalto. A residência era alugada e ele morava com a mulher que se passava por juíza federal. 

O falsário ainda informou estar atuando como radialista há dois meses e prestava serviços de massoterapia em domicílios da cidade.

De acordo com a Delegacia da Polícia Federal, o falsário já possui inúmeros registros criminais em todo o território nacional, por estelionato, uso de documento falso e assalto a mão armada. Ele ainda está cumprindo pena em regime aberto por um roubo a banco praticado no estado de Mato Grosso. 

A polícia comunicou a prisão à Vara das Execuções Penais por onde tramita o processo para possível expedição de mandado de prisão, pois ele não poderia se ausentar daquela cidade sem autorização judicial.

Algumas vítimas já foram identificadas e estão prestando depoimento nos autos do inquérito. O preso foi recolhido à Penitenciária Mista de Parnaíba onde permanecerá a disposição da Justiça Federal (flagrante) e da Vara de Execuções Penais (revisão do regime de cumprimento da pena por roubo).


Da redação 
redacao@cidadeverde.com