Cidadeverde.com

Prefeitura de São João do Piauí repudia agressão a profissional de comunicação

A Prefeitura Municipal de São João do Piauí repudia toda e qualquer forma de violência e agressão aos sanjoanenses. Neste momento, solidariza-se e presta toda assistência necessária ao fotógrafo Fábio Araújo, após sofrer ameaças do vereador Moacyr Rocha, durante atividade laboral na noite de 18 de maio, no bairro Parque de Exposição. 

A ameaça ocorreu durante fiscalização diária da Vigilância Sanitária para o cumprimento do decreto municipal que trata de medidas para enfrentamento da covid-19 e que restringe horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes em períodos noturnos. Para se ter ideia, somente neste mês de maio, foram mais de 200 abordagens feitas, como foi amplamente divulgado em imagens, nos portais locais e redes sociais. 

A fiscalização é feita para o fiel cumprimento à legislação vigente, estendida a todos, sem distinção de raça, cor, gênero, cargo exercido ou renda social. A lei vale para todos.

Numa dessas abordagens em um bar, após às 21h, portanto, em horário proibido, o fotógrafo Fábio Sousa, cumprindo seu dever de cobrir as atividades da equipe de Vigilância Sanitária, fora ameaçado pelo vereador Moacyr Rocha, por simplesmente exercer sua atividade laboral, numa tentativa de apagar as imagens colhidas. 

Para se resguardar e fazer valer seus direitos, Fabio Araújo registrou um Boletim de Ocorrência, no dia seguinte ao ocorrido, aguardando com muita tranquilidade e consciência limpa, o desfecho da ação.

Em nota, o vereador esclareceu os fatos. Confira:

O vereador Moacyr Carlos Rocha Neto, Presidente da Câmara Municipal de São João do Piauí, vem a público esclarecer sobre os fatos veiculados na imprensa, nos dias 20 e 21 maio de 2021.

De forma inicial, cabe registrar que o vereador Moacyr Rocha tem plena consciência do momento delicado enfrentado por todos em razão da pandemia provocada pela proliferação do Novo Coronavírus (Covid 19), motivo pelo qual, obedece a todas regras sanitárias impostas pelas autoridades competentes, o que não podia ser diferente, já que é pessoa pública e que influencia os cidadãos do município de São João do Piauí. No tocante ao mencionado nas notícias veiculadas, cabe registrar que o nelas relatados não condiz com a realidade dos fatos.

Tal assertiva é feita considerando que o vereador Moacyr Rocha não estava em qualquer bar no momento em que uma equipe da Vigilância Sanitária do município de São João do Piauí estava realizando fiscalização e no momento em que o fotógrafo Fábio Araújo de Sousa tirou fotos suas, sem qualquer autorização.

Em relação ao relatado pelo Sr. Fábio Araújo de Sousa, no Boletim de Ocorrências por ele registrado, mais uma vez se está diante de uma distorção da verdade, haja vista que o vereador Moacyr Rocha não o ameaçou ou o agrediu fisicamente. Na realidade, o vereador Moacyr Rocha, ao observar que estava sendo fotografado, sem sua permissão, e, por conseguinte, tendo sua privacidade invadida, solicitou que as fotos fossem apagadas, ou teria que adotar as providências legais cabíveis, uma vez que, como já dito, não tinha dado qualquer tipo de autorização ao citado fotógrafo.

Destaca-se ainda que tudo o que foi praticado pelo Sr. Fábio Araújo de Sousa é fruto de perseguição política ao vereador Moacyr Rocha, com o intuito de macular sua imagem perante à sociedade são joanense.Por derradeiro, o vereador Moacyr Rocha reitera o seu compromisso com a população de São João do Piauí no sentido de continuar trabalhando em prol de melhorias para o município, mesmo diante das inúmeras perseguições políticas que vem sofrendo, porém sempre que tiver sua imagem desabonada adotará as providências legais que forem cabíveis e necessárias.

Com informações - Ascom