Cidadeverde.com

Juiz inocenta prefeito Gil Carlos em processo de cassação

O juiz Edvaldo de Sousa Rebouças Neto, da 20ª Zona eleitoral, inocentou nesta quarta-feira (14) o prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto Alves (PT), e seu vice, José de Jesus Cavalcante, em processo que pedia a cassação do diploma dos gestores. 


A ação foi movida pela coligação "Mais ação e credibilidade", que teve como candidato nas eleições de 2012 José Alexandre Costa Mendonça, o Dr. Alexandre (PSB). A acusação foi de que teria ocorrido compra de votos na véspera do pleito, 6 de outubro. Uma lista teria sido encontrada com pagamentos de R$ 100 a R$ 2.000 no suposto pagamento de eleitores. 

"Durante a instrução probatória não foi colhida nenhuma prova no sentido de confirmar que os eleitores constantes da lista receberam o dinheiro lá informado em troca de votos ou da prestação de serviços para a campanha dos investigados", diz o juiz em sua sentença. 

Além disso, o magistrado considerou que se houve gasto ilício na campanha de Dr. Gil Carlos, "irregularidade apurada nestes autos na prestação de contas dos investigados compreende um valor diminuto se comparado com o total arrecadado e gasto na campanha dos demandados, de modo que fugiria à proporcionalidade a aplicação das sanções de cassação dos diplomas".

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com