Cidadeverde.com

Fábrica de energia solar deve aumentar postos de trabalho até agosto

Foto: Arquivo Cidadeverde.com

Um novo parque de energia solar está sendo construído em São João do Piauí (a km de Teresina) e já emprega 300 trabalhadores. Mas, a previsão é abrir mais 500 postos com o início da instalação dos painéis fotovoltaicos a partir do mês de agosto, o que exigirá mão de obra extra. 

O Complexo Fotovoltaico São João do Piauí com seis usinas, representando uma capacidade instalada de 223 megawatts pico, tem previstos R$ 747 milhões em investimentos, segundo o governador Wellington Dias. 

“Gerar emprego, renda, qualidade de vida com energia limpa, é uma prioridade para o desenvolvimento do Piauí”, pontuou Wellington.

O projeto é comandado pela Celeo Redes Brasil que tem como controladores o capital de espanhóis e holandeses, os quais buscam contribuir com o progresso econômico e tecnológico, bem-estar social e desenvolvimento sustentável por meio de investimentos em infraestruturas de energia seguras, confiáveis e eficientes.

Os executivos revelaram ao governador que estão avaliando a possibilidade de dobrar os investimentos em energias renováveis no Piauí.

“Desde o início das prospecções do potencial de energia solar para essa localidade, todas as dificuldades que tivemos foram superadas com o apoio do governo e do município de São João do Piauí. Fomos recebidos com muito entusiasmo e nosso grupo estuda duplicar esses investimentos na região”, afirmou Marcelo Vinicius, diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios e Sustentabilidade da Celeo Redes.

Privilegiado com um recurso solar muito atrativo, o Piauí acredita nas energias renováveis como meio de desenvolver economicamente regiões de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O governador Welligton Dias determinou que a equipe da Secretaria de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis forneça total apoio à empresa.

“Sabemos que o Piauí se destaca no Brasil pelo potencial de geração de energias renováveis, principalmente eólica e solar. Queremos que esse investimento chegue ao Piauí e o Estado dê a possibilidade de bem receber essas empresas”, considerou Wilson Brandão, secretário da Mineração.

 

Da Redação 
Com informações do Governo do Estado
[email protected]