Cidadeverde.com

Coluna 18/01/23


As últimas mexidas de Rafael no secretariado: Ana Paula e Tiago

Mudanças no Governo Rafael Fonteles ainda podem ocorrer. A coluna apurou que o governador chegou a convidar a deputada estadual Ana Paula para chefiar pessoalmente o Detran-PI. O órgão tem como coordenadora uma indicada da deputada, Luana Barradas. A emedebista ficou de pensar e já teria dado a resposta: não, obrigada. No Palácio de Karnak, a leitura é a de que o grupo político de Ana Paula e Zé Santana é um só e ficou muito fortalecido, até demais: Agespisa, com Santana, Ana Paula com Detran e um voto na Assembleia Legislativa, de Ana Paula.

Foto: Arquivo Cidadeverde.com


Vai pessoalmente

Mas, o Detran tem pouca ação política e não tem obras. Portanto, seguirá com Luana à frente. Como Ana Paula não sairá da Alepi, o suplente do MDB, Tiago Vasconcelos, assumirá a chefia da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas do Governo em breve. Lá, uma indicada sua ocupa atualmente o cargo de coordenadora, Mayrlla Kelly. Deve ser uma das últimas mudanças no organograma do Governo Fonteles.

Foto: Divulgação


Pablo, Hélio e Ziza

Há três emedebistas que devem disputar prefeituras na eleição municipal de 2024 e têm relevantes chances de conseguir a eleição, dando espaço a suplentes do partido, de acordo com apuração da coluna com fontes governistas. Pablo Santos em Picos, Dr.Hélio em Parnaíba e Ziza Carvalho em Simplício Mendes. Curiosidade: no caso de Simplício Mendes, o grupo de Severo Eulálio toparia apoiar Ziza para prefeito, já que o adversário local seria ligado a Georgiano Neto, mas votou em Sílvio Mendes. Consequências.

Foto: Divulgação


Interrogados

Piauienses envolvidos nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro já foram identificados e serão ouvidos ainda essa semana, segundo fonte da polícia informou à coluna. A tendência é que os depoimentos sejam colhidos na quinta-feira. 


Ninguém invisível

Uma reunião com todos os órgãos que trabalham com o trânsito, do DNIT à Polícia Civil, definiu que as blitzes serão aumentadas substancialmente no Piauí a partir dessa semana, com foco em execução máxima já em fevereiro. Dois objetivos: reduzir o número de acidentados, que lotam os hospitais públicos, e diminuir o número de armas não registradas em circulação. 


Inevitável

E mais uma vez, Wellington Dias e Ciro Nogueira estão em campos opostos. Dessa vez, o ministro do Desenvolvimento Social do governo Lula e o ex-ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro, ocupam espaços opostos na articulação do futuro de dois personagens centrais da política em Brasília, o governador afastado do DF, Ibaneis Rocha e sua vice, Celina Leão. 


Conjuntura

Wellington é próximo a Ibaneis, que tem laços familiares com o Piauí. Já Ciro, por sua vez, é um dos responsáveis pela indicação da vice de Ibaneis e atual governadora em exercício do Distrito Federal, Celina Leão, do Progressistas. 


Menos interferência 

Enquanto Wellington seria uma voz no governo Lula – assim como governadores que temem uma ação mais ascendente do Supremo Tribunal Federal sob seus mandatos - para que Ibaneis retorne à gestão após o fim do afastamento determinado pelo STF (até 31 de janeiro), o grupo político de Celina Leão sinaliza para a permanência da progressista como uma aliada da gestão federal. Nesse ponto, nomes como o ministro da Justiça, Flávio Dino, seriam mais favoráveis ao pleito de Celina (que foi apoiadora de Jair Bolsonaro, não custa lembrar).


Três ou nada

Quem deseja mais espaço político com a Prefeitura de Teresina é o PT, que costura apoiar a reeleição do prefeito Dr.Pessoa, provavelmente indicando um candidato a vice. Hoje, a bancada municipal da sigla tem a presidência da Fundação Wall Ferraz, além de participar do G9, consórcio de vereadores que indica espaços conjuntamente na Semest, Semdec e Saad Norte. O PT de Teresina deseja três secretarias e já avisou a Dr.Pessoa. Aguarda resposta.


Aguarde e verá

Membro da gestão de Rafael Fonteles dá até prazo para cobranças (e cabeças rolarem) caso metas não sejam cumpridas: até março. Esse é o tempo que, avalia-se, as equipes estarão plenamente montadas e os processos de trabalho, também. “Aí virão as cobranças”, disse o gestor, em reserva, à coluna. 


Foto do dia: Podemos estar juntos

Nova adesão ao governo de Dr.Pessoa: o Podemos, representado pelo ex-candidato a senador Fábio Sérvio, deve ser o novo partido a integrar a base de apoio do prefeito em Teresina. Segundo fonte da coluna, a participação do Podemos na gestão será com a ocupação de espaços administrativos – quais, ainda não foi definido. Vale lembrar que o Podemos incorporou o PSC. O partido tem tempo de propaganda na TV e deve montar uma chapa proporcional em Teresina, o que são dois atrativos para a aliança com Pessoa.

Foto: Arquivo Pessoal


Muito possível

A coluna questionou Fábio Sérvio sobre a reunião com o prefeito: “Foi uma primeira reunião de amigos. Sempre fomos próximos pela amizade, independente da política. Há uma aproximação. É possível caminhar juntos, muito possível”, explicou Sérvio.


A frase para pensar

Quando os amigos deixam de jantar com os amigos (por causa da ideologia) é porque o país está maduro para a carnificina”, Nelson Rodrigues (1912-1980), jornalista e dramaturgo.