Cidadeverde.com

Themístocles admite cancelamento do recesso na Alepi

A decisão será coletiva, primeiro na mesa diretora, depois num encontro com líderes de partidos e blocos. Se necessário, o plenário baterá o martelo. O recesso parlamentar de 15 dias em julho será suspenso na Assembleia Legislativa. É o que prevê e defende o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (MDB).  Pra evitar alterações no regimento da Casa, a votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), condição para o início do recesso parlamentar,  será pautada pra o início de agosto. Atualmente, em razão da pandemia do novo coronavírus, as atividades parlamentares são desenvolvidas através de sessões virtuais, através de videoconferências.