Cidadeverde.com

A adesão do coronel Diego nas contas de Silvio Mendes e Rafael Fonteles

No estilo fiel da balança, o coronel Diego Melo (PL) desistiu da candidatura ao governo e anunciou apoio a Silvio Mendes (União Brasil). A adesão fez parte de estratégia de forças oposicionistas no esforço para decidir o pleito já no primeiro turno. Para Silvio Mendes, o apoio do coronel Diego e do PL, representa reforço político importante na reta final da disputa e com potencial para assegurar  vitória eleitoral já no domingo,02. O candidato do União Brasil segue indiferente no tratamento da eleição nacional, mesmo recebendo o apoio do PL, sigla do presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição e mantido à distância do palanque estadual liderado por Silvio.

A renúncia de Diego Melo foi encarada com serenidade e sem mudança de estratégia na aliança governista comandada por Rafael Fonteles (PT). Mas integrantes do núcleo político do candidato avaliam que o poder de transferência de votos do PL e de Diego Melo não interferem nos cálculos da coligação que indicam vantagem acima de 50% dos votos válidos no pleito majoritário. Fica mesmo para o início da noite de domingo, 02, a prova definitiva do polarizadíssimo confronto pelo poder no estado.