Cidadeverde.com

Sem acordo, MDB segue com três candidatos a presidente da Alepi

Os deputados Georgiano Neto, João Mádison e Severo Eulálio buscam indicação no MDB e na base governista para candidatura à presidência da Assembleia Legislativa. O primeiro desafio será no MDB, que não abre mão da candidatura própria e enfrenta resistência no PT, sigla que elegeu maior número de deputados. O governador eleito, Rafael Fonteles (PT), será peça-chave no consenso dos governistas para a sucessão de Themístocles Filho (MDB) no comando da Alepi. Mas ganha tempo, pede calma aos aliados e prioriza o segundo turno da eleição presidencial. A eleição será em fevereiro de 2023, na posse dos parlamentares para nova legislatura