Cidadeverde.com

PMDB inicia expulsão de ministros

A Comissão de Ética do diretório nacional do PMDB iniciou os processos de expulsão de peemedebistas que permaneceram nos ministérios após decisão de rompimento político com o governo. Os processos de expulsões já foram iniciados e a do piauiense Marcelo Castro só não foi iniciada porque o ex-ministro João Henrique Sousa, presidente do diretório estadual, se recusou a assinar o requerimento da Comissão de Ética da direção nacional do PMDB. João Henrique considerou a iniciativa "constrangedora".

Um documento do processo de expulsão foi enviado pela executiva nacional ao presidente João Henrique Sousa, no Piauí, para colher sua assinatura abonando a expulsão do ministro. João Henrique disse que se o diretório quisesse expulsar Marcelo Castro, que tomasse a iniciativa pelo próprio diretório nacional.

Nesta terça-feira (12), o presidente nacional do PMDB, Romero Jucá, deve se pronunciar sobre as expulsões e o real tratamento que será dado aos pmdebistas que ficaram no governo.

Três processos de expulsão já estão em andamento e envolvem Mauro Lopes (Aviação Civil), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Katia Abreu (Agricultura).

Não há previsão de que o ministro Marcelo Castro deixe o cargo em Brasília. Marcelo Castro já vem afirmando que não tem interesse de deixar o Ministério da Saúde, pois está comprometido com a causa da saúde em prol do Brasil.

 

Flash de Elivaldo Brabosa, direto de Brasília
Da Redação, Lyza Freitas