Cidadeverde.com

Decisão do TSE assegura candidatura de Amadeu Campos

O Tribunal Superior Eleitoral, TSE, acatou agora há pouco ação cautelar proposta pela direção nacional do PTB que promove a adequação do Estatuto da sigla, em relação a prazo de filiação. Com isso, perde o efeito a decisão em 1ª instância, que indeferiu o registro de candidatrua a prefeito do jornalista Amadeu Campos (PTB) em Teresina. 

Só falta agora o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí julgar o recurso impetrado pela defesa do candidato Amadeu Campos para revogar o indeferimento da juíza Zilneia Gomes Barbosa.

O clima é de alívio para a coordenação de campanha do petebista, que passou a ter situação resolvida na justiça eleitoral quanto aos prazos de filiação partidária estabelecidos pela legislação em vigor e pelo estatuto da sigla.

Para o advogado Wildson Oliveira, o problema é nacional e será esse o argumento nos tribunais.

"Isso é um problema nacional, não é do PTB municipal nem muito menos estadual. Há dois pontos importantes para discussão: o primeiro é que o candidato do PTB observou  a lei eleitoral, que fala de 6 meses de filiação a partido político para ser candidato. Outro ponto é que, na convenção, todos aprovaram a uninamidade o nome do canditato. São esses dois argumentos que vamos levar aos tribunais", disse.

O recurso do candidato já foi protoclado no TRE e pode ser julgado até amanhã.

Elivaldo Barbosa (Flash)
Lyza Freitas (Da Redação)