Cidadeverde.com

Coronel Carlos Augusto tem plano B para candidatura em 2018

O comandante da Polícia Militar evita declarações públicas sobre o assunto. As prioridades do oficial são o comando da coorporação e os desafios da segurança pública no Estado. Porém, qualquer resistência do PT a novas candidaturas de deputado estadual não preocupa o coronel, que só definirá sua filiação partidária na época das convenções, na metada de 2018. A condição de militar assegura essa vantagem. E a opção política poderá ser outra sigla, e não o PT. Tudo dependerá de conversas com o governador Wellington Dias, o principal avalista de sua candidatura à Assembleia Legislativa.