Cidadeverde.com

Ficha Limpa pode virar lei municipal

A Câmara Municipal de Várzea Grande, a 210 km de Teresina, na região centro Sul do Estado, analisa projeto de lei de autoria dos vereadores Luzinete Vasconcelos (PMDB), Joãozinho Sousa (PSD) e Kali Almeida (PR), que proíbe, no âmbito do município, que pessoas com contas rejeitadas por aquela casa ou pelos demais órgãos de controle, ocupem cargos públicos na administração municipal.  A chamada Lei da Ficha Limpa de Várzea Grande é uma adequação à que já vigora nas outras esferas de poder. A votação em plenário pode ocorrer sexta-feira, 20.

“A Lei da Ficha Limpa no Brasil é um projeto de iniciativa popular que pegou e o que nós queremos é adequar a legislação de nosso município a ela e garantir que apenas pessoas que não tenham problemas com a justiça possam ocupar os cargos públicos. Acredito que terá a acolhida da grande maioria dos colegas vereadores, porque se trata de uma lei que é boa e que atende a uma cobrança que os eleitores nos fazem sempre”, justifica o vereador Joãozinho Sousa.