Cidadeverde.com

Pablo Santos é contra extinção da Fundação Hospitalar

O deputado estadual emedebista foi o primeiro gestor da instituição criada pelo governo do Estado em 2017. Informações de bastidores incluem a Fundação Hospitalar na lista de órgãos que serão extintos na reforma administrativa que o governo deve encaminhar à Assembleia Legislativa. "Essa proposta vai na contramão de tendência nacional que vem dando certo na gestão de hospitais públicos", lembra Pablo Santos. Hoje a fundação administra seis hospitais estaduais, dois na capital e quatro no interior. Segundo a fundação, um dos detaques de bons resultados é o hospital regional Justino Luz, em Picos.

Nos últimos 365 dias de funcionamento, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Justino Luz, em Picos, já recebeu mais de 320 pacientes na faixa etária de 20 aos 80 anos, atendendo casos renais, cardíacos e diabetes descompensadas. De acordo com o coordenador, médico cardiologista Raimundo Reis, antes da instalação da UTI, esses pacientes eram transferidos para Teresina e em alguns casos não sobreviviam ao longo percurso.