Cidadeverde.com

Criança de nove anos é estuprada e morta por afogamento em córrego

Fotos: Portaldecampomaior

Uma criança de nove anos foi encontrada morta na localidade Porção II, zona rural de Campo Maior. De acordo com o delegado plantonista Laércio Evangelista, o acusado morava próximo a residência da vítima e após ser preso, teria confessado que estuprou e, em seguida, matou a garota por afogamento. 

O corpo foi encontrado por moradores da comunidade. O local do crime fica apenas há alguns metros de onde a menina residia com familiares. Antes do crime, o acusado, Antonio Francisco Vieira da Silva, 32 anos, tirador de palha de carnaúba e vizinho da vítima, estava em uma festa e teria causado baderna porque estaria tentando agarrar algumas mulheres. 

"Ele é totalmente frio e disse que há algum tempo vinha tentando agradar a criança com bombons. Ele disse que, durante a madrugada, foi até a casa da menina, chamou e ela veio. Então, a levou a um córrego, cometeu o estupro com a vítima ainda viva e em seguida o homicídio, porque disse temer que garota contasse o que ocorreu. Em depoimento ele confessou tudo, detalhadamente", disse Evangelista. O delegado acredita que o suspeito, que é solteiro e morava com o irmão, já estaria visando a vítima por morar em uma casa próxima.

O crime ocorreu entre 2h e 5h deste domingo (4). A menina foi encontrada trajando apenas uma blusa e uma calcinha. Ainda de acordo com a Polícia Civil, o irmão do acusado auxiliou na identificação do autor. Pegadas que seriam do acusado também foram encontradas próximo ao córrego.

O corpo da criança foi trazido para o Instituto Médico Legal (IML), em Teresina. Os familiares da criança ainda não foram ouvidos. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com