Cidadeverde.com
Geral

Irmão do goleiro Bruno é indiciado no RJ por sequestro de Eliza Samúdio

Imprimir

O irmão do goleiro Bruno Fernandes, Rodrigo Fernandes, foi indiciado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher do Rio de Janeiro (Deam) pelos crimes de sequestro e tentativa de aborto de Eliza Samudio. Na semana passada, ele revelou à imprensa do Piauí que sabe onde estão os restos mortais da modelo e deu detalhes de como teria ocorrido o crime. 

A polícia quer saber se Rodrigo foi cúmplice no caso e, por isso, abriu um inquérito suplementar.

Rodrigo deu depoimento à polícia do Piauí por meio de carta precatória. Já em entrevista concedida na terça-feira (5), à TV Cidade Verde, o irmão do antigo ídolo do Flamengo revelou que o assassinato de Eliza envolve facções criminosas. Ele está preso provisoriamente na Casa de Detenção Provisória de Altos por suspeita de cometer estupro.

O irmão do goleiro também afirmou à Polícia Civil do Piauí que presenciou o assassinato da modelo, que teria ocorrido em Mina Gerais, além de saber onde estão ocultados os restos mortais dela. No entanto, Rodrigo só contará os detalhes do homicídio caso seja incluso no programa governamental de proteção à testemunha. 

Tentativa de aborto 
Durante a entrevista Rodrigo se mostrou contraditório. No início dos questionamentos, ele afirma que não participou do episódio onde Eliza Samúdio foi forçada a cometer aborto do filho que esperava de Bruno.

No entanto, no meio da entrevista, o irmão do ex-goleiro conta detalhes do dia no qual Macarrão e outros supostos comparsas de Bruno tentaram convencer a modelo a perder a criança.

Assista: 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir