Cidadeverde.com
Economia

CRC-PI e Junta Comercial discutem mecanismos de proteção

Imprimir

O presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí (CRC-PI), Josafam Bonfim, esteve reunido, nesta quarta-feira (11), com a presidente da Junta Comercial do Piauí, Alzenir Porto. Na ocasião, foram discutidas melhorias para a classe contábil e a criação de mecanismos de segurança à prestação de serviços da Junta.
 
A reunião foi convocada por Alzenir Porto para discutir a criação de mecanismos para aumentar a segurança na movimentação das empresas no Piauí. A presidente da Junta solicitou que o Conselho e entidades representantes da classe contábil apresentem propostas para eliminar a figura do “atravessador”, pessoas sem qualquer credencial ou identificação das empresas às quais trabalham, que dão entrada ou fazem movimentação de documentação importante das empresas.
 
Segundo a presidente da Jucepi, é comum que, devido à falta de conhecimento especializado da área, esses “atravessadores” cometam erros graves no fornecimento de documentação, comprometendo o andamento dos serviços prestados pela Junta ou mesmo decorrendo em perda ou cancelamento dos processos. “É a hora de criarmos mecanismos para o fortalecer o laço entre os profissionais de Contabilidade e as empresas e essa conscientização é feita através da qualificação do profissional e evitando pessoas não habilitadas que exercem funções que desconhecem”, diz Alzenir Porto.
 
Para Josafam Bonfim, o encontro foi positivo e trará benefícios para a categoria, que terá mais reconhecimento e valorização do seu trabalho. “Fomos chamados pela presidente Alzenir Porto para discutir essa questão que ainda põe em risco informações sigilosas das empresas. Na conversa, discutimos a possibilidade da retirada desses atravessadores dos processos, reservando a contadores registrados, os próprios empresários, funcionários designados pelos escritórios de contabilidade ou representante que possua procuração para realizar a movimentação dos processos na Junta. O próximo passo é apresentar essa proposta para aos Conselheiros durante a plenária e depois levar ao conhecimento da categoria em geral. É um avanço para nossa classe que terá a importância do seu trabalho cada vez mais reconhecida e valorizada”.
 
Também participaram da reunião, o diretor executivo do CRC-PI, Pedro Evano; o assessor jurídico Eduardo Meneses; o Ouvidor Geral do Estado, Hudson Sousa de Melo; o presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado do Piauí (SESCON PIAUÍ), José Raulino Castelo Branco Filho, e o contador José Corsinho Rasposo Castelo Branco, representando o Sindicato dos Contabilistas no Estado do Piauí.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Imprimir