Cidadeverde.com

Município de Picos abre processo contra servidores que acumulam cargos

A Prefeitura de Picos, através da sua Procuradoria Jurídica, abriu processo administrativo contra 14 servidores que estão acumulando cargos públicos indevidamente. Segundo o titular da procuradoria, advogado Maycon Luz, foram identificadas pelo menos 40 pessoas nessa situação. Para apurar esse fato e atendendo uma notificação do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) ele criou uma comissão.

“Uma Comissão de Processo Administrativo para apurar esses fatos, então foram obedecidas as etapas e estamos respeitando o direito da ampla defesa e do contraditório e estamos notificando todos os servidores envolvidos para apresentar a carga horária de cada órgão”, explicou.

Maycon informou que foi dado o prazo de dez dias para que esses servidores fizessem a opção por um dos empregos, mas ninguém se manifestou. “Nós agora instauramos o processo administrativo mesmo e daremos andamento. É um processo célere, pois é apenas com prova documental, e esperamos que em 30 dias tenhamos resolvido esse problema”, comentou.

Os 40 servidores envolvidos no processo são efetivos, ou seja, possuem direitos adquiridos através de concurso público ou por tempo de serviço. O acumulo de cargos não fere a constituição em determinadas situações, como nas áreas de licenciatura e saúde, no entanto, existem aqueles a quem não é permitida tal prática. “Por exemplo, temos servidor que é vigia e zelador, auxiliar administrativo e merendeira, trabalha na Câmara Municipal e na prefeitura, isso não pode”, comentou.

Como dito no começo da matéria o processo administrativo foi instaurado contra 14 servidores e logo em seguida se estenderá aos 26 restantes. Ao final desse processo os servidores terão de fazer uma escolha por um dos empregos. Comprovando-se o “uso da má fé”, ou seja, caso esteja ganhando sem trabalhar, responderá a um processo, que pode resultar na devolução do dinheiro recebido.

“Caso comprove que estava exercendo os dois cargos de boa fé e estava realmente trabalhando, será apenas exonerado de um deles e não vai ter nenhuma penalidade pra ele não”, comentou.

Maycon Luz não divulgou o nome dos 40 servidores alegando preservar os nomes dos envolvidos, ao final ele acredita que a prefeitura economizará até R$ 50 mil mensais com a eliminação esses cargos extras.

Fonte: folha atual

Após queimada, corpo é encontrado carbonizado em terreno baldio

  • c5f3c3ac-a0dd-4240-ade1-5060dc0acae2.jpg
  • ad4e8cfe-61ac-4c0f-814c-6e300da328de.jpg
  • DSC_0004.jpg
  • f5cd6b10-5dcb-4af5-aeac-2dc574eb6600.jpg

Um corpo carbonizado foi achado na manhã desta quinta-feira (2) em Picos, município a 306 km de Teresina. As primeira informações são de que seria uma mulher. O local é um terreno baldio que fica próximo a passarela sobre a BR 316 na região central do município.

Na última segunda-feira (2) uma queimada foi registrada na região onde os restos mortais foram encontrados. O Corpo de Bombeiros esteve no local e fez o controle das chamas, mas o corpo só foi encontrado hoje por moradores.

Ao lado do corpo foi achado ainda um recipiente de combustível. A suspeita da Polícia é que ele tenha sido usado para atear fogo ao corpo da vítima. De acordo com o sargento da Polícia Militar Francisco das Chagas, que esteve no local, a principal suspeita até o momento é de um homicídio.

O delegado titular de Picos, Jônatas Brasil informou que ao tomar conhecimento do fato solicitou uma perícia que está realizando os procedimentos neste momento no local.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Padrasto fere criança de 10 anos e a faz refém por três horas em Picos


Faca usada para fazer a criança refem (foto: Policia Militar)

Uma criança de 10 anos foi feita de refém pelo próprio padrasto ontem (30) em Dom Expedido Lopes. A criança ficou na mira de uma faca por aproximadamente 3 horas. De acordo com o tenente-coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º BPM de Picos, o padrasto foi identificado como José de Sousa e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ajudou no resgate. Até o momento, não há informações sobre o que levou o padrasto a cometer a ação.

O padrasto chegou a ferir a criança com um corte na orelha e no pescoço. Ela recebeu atendimento no hospital da região e o padrasto, que já tem passagem na polícia por tentativa de homicídio e roubo, foi preso. A agressão aconteceu após uma briga com sua companheira.

“O policiamento de Dom Expedito Lopes entrou em contato com o COPOM de Picos solicitando reforço, pois o padrasto estava com uma criança como refém, usando uma faca no pescoço dizendo que iria mata-la”, disse o comandante Viana. A Polícia Rodoviária Federal também ajudou no resgate.

“No momento em que já estava no local os policiais de Dom Expedito Lopes e policiais da PRF tentando negociar, foi feito o cerco à residência e, após mais ou menos duas horas e meia a três horas de negociação, o indivíduo resolveu tira a faca do pescoço da criança. Ele jogou a faca ao solo”, comentou o coronel.

No momento em que o padrasto soltou a faca, policiais que estavam na porta dos fundos da residência entraram no local.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Em menos de 12 horas, Polícia flagra dois ônibus transportando drogas no Piauí


Droga apreendida pela Delegacia Regional de Picos. 

Atualizada às 17h42

Somente nesta terça-feira (26), policiais civis encontram drogas escondidas em dois ônibus interestaduais, ambos vinham de São Paulo: um com destino a Picos e o outro para Sigefredo Pacheco.  A dificuldade de fiscalização nas rodoviais federais e estaduais, além da clandestinidade de algumas empresas de ônibus facilita o comércio de drogas no país. 

Picos

Uma encomenda de nove tabletes de maconha e um de cocaína foi enviada de São Paulo a Picos em um ônibus interestadual. A droga estava escondida dentro de caixas no bagageiro do veículo. Ao todo, foram apreendidos 10kg de maconha e 1kg de cocaína. 

Para enganar a fiscalização, a droga estava junto com algumas cestas básicas. A apreensão ocorreu na manhã desta terça-feira (26), pro volta das  11 horas, próximo a cidade de Paquetá, quando uma equipe de policiais civis, da Delegacia Regional de Picos, encontrou o ônibus parado na pista em situação suspeita.  

Desconfiando da cena, a equipe foi até o veículo quando foram informados pelo motorista do ônibus que ele precisou parar no local, pois um passageiro não estava se sentindo bem. 

Na oportunidade, os policiais optaram por fazer uma vistoria no veículo e, ao fiscalizar o bagageiro, encontraram a droga escondida em caixas de papelão. 
 
De acordo com a Delegacia Regional de Picos, “as caixas não estavam em posse dos passageiros do ônibus, nem dos motoristas. Elas foram enviadas, como encomenda, de São Paulo com destino a Picos. Por tal razão, as pessoas conduzidas até a Delegacia de Polícia prestaram esclarecimentos, mas ninguém foi preso”.

A investigação para identificar o remetente e o destinatário da droga está em andamento. 

Sigefredo Pacheco 

Já na tarde de hoje, em uma operação conjunta entre as Delegacias de Castelo do Piauí e Campo Maior, um homem identificado apenas como Edvaldo Ximenes foi preso ao ser flagrado transportando uma grande quantidade de drogas. Ele estava em um ônibus clandestino, chegando a Sigefredo Pacheco,  na PI 115, quando a polícia fiscalizou o veículo. 

Foram encontrados com o passageiro 7kg de maconha e 200 gramas de cocaína.

Segundo o delegado Anchieta Nery, da Delegacia Regional de Campo Maior, a operação foi realizada justamente para coibir o transporte de armas e drogas nos ônibus, pois muitos transportadores de drogas – conhecidos como mulas, por exemplo – aproveitam a clandestinidade desses veículos para a distribuir drogas na região. 

“O passageiro foi encontrado com a droga. Os tabletes estavam enrolados com pó de café para disfarçar o cheiro, pois ele vinha de São Paulo a Sigefredo Pacheco, uma viagem de uns dois, três dias”, disse o delegado.

Até o momento, o preso não prestou depoimento: se a droga pertencia somente a ele ou estava apenas transportando, e se a droga estava sendo distribuída na região ou tinha como destino apenas Sigefredo Pacheco. O delegado informou que o passageiro é natural do Piauí, mas tinha negócios em São Paulo. 

 

Carlienne Carpaso
Com informações da Polícia Civil do Estado
carliene@cidadeverde.com 

Prefeitura de Picos anuncia demissão de 500 contratados para reduzir despesas

A Prefeitura de Picos anunciou, na tarde desta terça-feira (26), a demissão de 500 pessoas contratadas pelo Município. A medida começa a ser implementada no dia 1º de outubro e visa enxugar a máquina adminstrativa para garantir seu funcionamento. 

Em nota divulgada no seu site oficial, a Prefeitura estima uma economia de R$ 600 mil mensais com a demissão dos contratados e informa que o corte vai abranger diversas secretarias, mas sem mencionar quais e quantos serão cortados em cada órgão. 

O Município informa que a medida atende determinação do Ministério Público do Trabalho (MPT) e alerta ainda que alguns serviços poderão ficar prejudicados nos primeiros dias de implementação das demissões, mas reafirma que isso se faz necessário para manter a Prefeitura e seus órgãos em funcionamento. 

Veja a íntegra da nota divulgada pela Prefeitura de Picos

A Prefeitura municipal de Picos vem por meio desta nota informar a população sobre a necessidade de alguns ajustes e de enxugamentos na máquina administrativa, tendo em vista que a receita não foi capaz de acompanhar o orçamento previsto devido à crise financeira que assola os municípios brasileiros. Ainda por determinação do Ministério Público do Trabalho no Piauí (MPT-PI) e a fim de conter gastos, o executivo municipal promove a partir do dia 1º de outubro o início de uma nova reestruturação da administração com o corte de todos os contratados. Pedimos a compreensão de todos, pois alguns atendimentos ou serviços poderão inicialmente ficar prejudicados, todavia, precisamos de forma efetiva capitalizar recursos para continuarmos com os trabalhos e a máquina administrativa funcionando.

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Homem é preso por falsificar mandado de busca e apreensão

Foi preso no final desta semana, em Picos, um homem acusado de falsificar um mandado de busca e apreensão. As informações contidas no falso documento constam que o mesmo havia sido expedido por uma juíza e solicitava a apreensão de um veículo.

De acordo com a Polícia Civil, Franciel da Silva Lopes, foi o responsável pela falsificação e após a impressão do documento ele havia enviado uma fotografia para um policial militar da cidade de Itainópolis através do aplicativo WhatsApp, fingindo ser a autoridade judiciária.

Segundo o delegado Agenor Ferreira Lima, o policial localizou o veículo em uma revendedora de Picos e ao apresentar a foto do papel despertou no proprietário do estabelecimento, assim como no seu advogado, a suspeita que o documento seria falso.

O advogado entrou em contato com a juíza, que negou ter expedido o mandado.

“Na tarde de ontem a autoridade judiciária compareceu a delegacia, acompanhada de um advogado e de um policial militar. Após suspeitarem que um indivíduo estivesse se utilizando de um mandado de busca e apreensão falsificado.  O fato do cumprimento da ordem judicial ter sido enviada para a Polícia Militar, erros na estética do documento e o não cumprimento das formalidades legais, levantaram a suspeita do advogado”, disse o delegado Agenor Ferreira Lima.

Após o registro da denúncia, a Polícia Civil localizou Franciel, entrou em contato com ele afirmando estar com o carro. “Ele acreditava que na data de hoje poderia obter o veículo, marcamos um encontro com o mesmo no estacionamento de um supermercado. Ele logo compareceu ao local portando o documento falsificado. Ao anunciarmos a prisão, ele confessou o crime”, explicou o delegado.

O veículo em questão pertencia à mãe do acusado, mas havia sido vendido. O acusado já possui um processo criminal em andamento para a apuração do crime de estelionato, em Itainópolis.

A polícia irá solicitar ordem judicial para extrair os dados do computador usado para a falsificação e verificar a possível existência de outros documentos falsificados.

Franciel irá responder pelos crimes de tentativa de estelionato e uso de documento falso. Ele encontra-se preso na Central de Flagrantes de Picos.

Fonte: Picos 40 graus

Caminhão com carga de gás de cozinha avaliada em R$ 120 mil é roubado


Caminhão roubado é similiar ao da fotografia (foto: divulgação)
 

Um caminhão carregado de botijões de gás de cozinha foi roubado com toda a carga, que está avaliada em R$ 120 mil. O caso ocorreu na última sexta-feira (15) e até o momento, o proprietário do veículo, o comerciante José do Nascimento Filho, não recebeu informações sobre o carro e o material roubado. José é comerciante na cidade de Picos (PI). 

Em contanto com o Cidadeverde.com, o comerciante pede ajuda para localizar o veículo Mercedes Benz, modelo Atron 2324, na cor vermelha, placa PIU 4841 (Picos-PI),  O caminhão estava carregado com 536 botijões P13 e dez cilindros de gás industrializado P15. O proprietário registrou Boletim de Ocorrência na região do ocorrido.

José Filho comentou que o veículo saiu de Crato (CE) com destino a Picos (PI) quando o motorista, Valderir dos Santos, foi surpreendido por um carro e três homens armados, na Serra de Aratama, no município de Assaré (CE).

“O motorista estava subindo uma serra, devagar, quando apareceu esse carro com três pessoas armadas. O carro foi se aproximando e fez o motorista parar o caminhão. Eles colocaram o motorista deitado no banco. Isso foi umas 11h40 da manhã, eles ficaram com o motorista na mata até umas 20 horas, quando liberaram. O motorista caminhou uns 30 km com uma chinela só até conseguir ajuda em um posto da Sefaz”, disse o comerciante.  

José Filho declarou ainda que nas últimas semanas, dois comerciantes de gás de cozinha também tiveram os seus caminhões com toda a carga roubada. A carga tinha como destino Oeiras (PÌ) e Fortaleza (CE). 

Ele acredita que é uma quadrilha organizada para roubar essas mercadorias e revender a baixo custo.


Carlienne Carpaso
redacao@cidadeverde.com 
carliene@cidadeverde.com 

Roberto Cabrini, do SBT, fala sobre jornalismo investigativo em Picos

  • comeijaia18.JPG Jornal de Picos
  • Jcabtrinaia07.JPG Jornal de Picos
  • comeijaia21.JPG Jornal de Picos
  • Jcabtrinaia.JPG Jornal de Picos
  • comeijaia46.JPG Jornal de Picos

 

O jornalista Roberto Cabrini, que comanda o programa Conexão Repórter, do SBT, foi uma das atrações da noite de ontem, 15, do Salão do Livro do Vale do Guaribas (SaliVag), em Picos. Ele proferiu palestra com o tema “Os Caminhos do Jornalismo investigativo” e, por mais de uma hora e meia falou para uma plateia composta por políticos, estudantes e profissionais liberais.

Dentre as autoridades que prestigiaram a palestra de Roberto Cabrini estavam o prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT); deputado estadual, Severo Eulálio Neto (PMDB); presidente da Câmara, Hugo Victor Saunders Martins (PMDB), vereadores e secretários municipais.

Roberto Cabrini iniciou sua palestra afirmando que, na verdade, por essência, todos os tipos de jornalismo deveriam ser investigativos. Entretanto, segundo ele, existem tantos exemplos de jornalismo oficial, tendencioso, manipulador e raso; que se convencionou chamar de jornalismo investigativo aquele que se aprofunda e tenta mostrar os dois lados de uma questão.

“Essa frase mostrar os dois lados de uma questão é tão bonita quanto mentirosa, porque quando se faz uma história ela não tem apenas dois lados, duas esferas. Ela tem muitas esferas, muitos ângulos e muitos lados e todos eles têm que ser contemplados pelo jornalismo”, ressaltou Roberto Cabrini.

Para Roberto Cabrini, é muito fácil e cômodo para o jornalista dá voz aquelas pessoas que pensam como ele. Por isso, o grande desafio para o jornalista, inclusive o investigativo, é abrir espaço para aqueles com os quais ele não concorda.

“Todos nós crescemos mediante valores, princípios e aspectos culturais que nos são introjetados de uma maneira consciente ou inconsciente. Então, quando a gente vai fazer uma pergunta para um entrevistado, quando a gente vai fazer uma pergunta para um entrevistado, redigir um texto sobre uma determinada personalidade ou, quando a gente vai editar uma reportagem, ou seja, escolher trechos, essas raízes com as quais crescemos vão influenciar na escolha” – afirmou.

Imparcialidade total

Cabrini declarou ainda que a frase dando conta que todos os jornalistas investigativos que honram a profissão estão à procura da imparcialidade, ela é bonita, mas também mentirosa. Então, para Cabrini, não existe imparcialidade total! “A nobreza do verdadeiro jornalismo é a procura dessa imparcialidade! Qual o melhor caminho para atingir essa personalidade, essa face imparcial do jornalismo? É exatamente exibir depoimentos com os quais você não concorda e isso é muito difícil” – acrescenta.

Durante a participação de Roberto Cabrini no SaliVag foi exibido um vídeo contando um pouco da sua trajetória, iniciada aos 16 anos como repórter de uma pequena rádio na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, onde ele nasceu. Ele também respondeu a questionamentos da plateia e ao final posou para fotos.

Com informações do Jornal de Picos
redacao@cidadeverde.com

Governo instala Movera no Espaço da Cidadania de Picos

Instalada há uma semana no Espaço da Cidadania de Picos, a Movera -  empresa que atua no mercado de micro finanças que faz parte do conglomerado do Banco do Brasil - já liberou créditos para 100 empreendedores, entre os quais, feirantes e cabeleireiros. O crédito gira em torno de R$ 600 a 5.000 para que os interessados ampliem os seus negócios conforme a necessidade do investimento, verificada antes pelos agentes da Movera durante a entrevista. A meta é expandir a operação para atender 20 municípios da macrorregião de Picos.

Para ajudar os empreendedores piauienses a driblar a crise pela qual passa o país, o Governo do Estado através da Secretaria de Administração e Previdência (Seadprev) firmou parceria com o Banco do Brasil e a empresa Movera, em 2016. O serviço começou a funcionar no Espaço da Cidadania, em Teresina, sendo expandido para cinco municípios próximos: Altos, José de Freitas, Demerval Lobão, União e Campo Maior. Segundo o superintendente comercial da Movera, Gilson Belém, até agora foram beneficiados mais de cinco mil empreendedores, principalmente açougueiros e vendedores ambulantes.

A Movera é uma empresa inovadora na oferta de Microcrédito Produtivo Orientado. O objetivo é ouvir o desejo do cliente, entender o negócio, seu potencial de crescimento, oferecer o microcrédito e a orientação financeira. É destinado a empreendedores informais, microempreendedores individuais e pequenas empresas. Açougueiros, salões de beleza, costureiras, borracheiros, padarias, ambulantes e sacoleiras são algumas das atividades que podem ser beneficiadas com a Movera.

A Movera pode ser usada também por servidores públicos estaduais que estão querendo virar empreendedores ou quem já está na atividade há mais de seis meses. Com o Microcrédito Produtivo Orientado, os beneficiários podem comprar mercadorias ou matérias-primas, investir em equipamentos ou fazer melhorias nas instalações.

"O empreendedor ou futuro empreendedor busca informações no Espaço da Cidadania e depois o processo é todo feito na casa dele. O  agente faz a entrevista com o cliente, identifica a real necessidade de crédito que precisa, formaliza a parceria por meio de assinatura do empreendedor e já fica também estabelecido o valor do pagamento das prestações do crédito concedido pela Movera", explica Gilson Belém ao acrescentar que o carnê com boletos é enviado para a residência dos clientes que escolhem o local de pagamento, como casas lotéricas, por exemplo.
 
Já para sacar o dinheiro disponibilizado pela Movera, o empreendedor recebe um SMS pelo celular e, em seguida, se encaminha ao terminal do Banco do Brasil para realizar a transação financeira.

"Todas as pessoas que recorrerem a esse tipo de empréstimo receberão o assessoramento necessário para que o pequeno negócio prospere”, destacou o secretário Franzé Silva, entusiasta e um dos idealizadores da parceria com a Movera. Segundo ele, a operação de microcrédito, considerado importante instrumento de inclusão financeira pelo Banco Central (BC), continuará sendo ampliada no Piauí.

Fonte: Ccom

7 de Setembro: 8 mil pessoas são esperadas no desfile em Picos

Oito mil pessoas são esperadas para assistir ao desfile de 7 de Setembro em Picos. O trajeto, segundo a Secretaria de Cultura, é de cerca de um quilômetro e 46 entidades desfilarão. 

A novidade neste ano é o desfile de dois pelotões de ciclismo. O correspondente da TV Cidade Verde em Picos, Clébson Lustosa, mostrou no início da manhã a movimentação no local. Inúmeras pessoas já estavam na avenida uma hora antes do início do desfile, marcado para as 8h.

Posts anteriores