Cidadeverde.com
Geral

Suspeito do Caso Fabrício é preso por tráfico na zona Sul

Imprimir
Policiais da Força Tática do 1º Batalhão da Polícia Militar prenderam na tarde desta quinta-feira (20) quatro pessoas na região da Prainha, zona Sul de Teresina (PI). Entre os presos está Romário Campelo Aguiar da Silva, 21 anos, um dos suspeitos de envolvimento no desaparecimento do garoto Fabrício, no ano passado. 

Fábio Lima/Cidadeverde.com
Romário (sem camisa) foi preso novamente pela polícia 

De acordo com o tenente Miguel Luz, Romário é um dos criminosos temidos da região da Prainha, por suposto envolvimento em assaltos e tráfico de drogas. 

Também foi preso Jânio Pereira da Silva, 32 anos, apontado como comparsa de Romário. A ação apreendeu 400 reais em espécie, 43 pedras de crack, um papelote de cocaína e duas trouxas de maconha. Uma moto CB300 preta também foi apreendida. 

Miguel Luz informou que fazia rondas na região quando se deparou com um usuário comprando drogas. "O Jânio jogou as drogas no vaso sanitário e deu descarga. Tivemos que quebra o cano para encontrar os entorpecentes", declarou o tenente.


O tenente acrescentou que Romário é suspeito de assaltar um Palio na zona Sul ontem. A vítima foi chamada para fazer o reconhecimento.

Outras duas pessoas foram presas por desacato por agredirem policiais na tentativa de impedir a prisão de Romário.  

Caso continua um mistério
Fabrício José Siqueira Mendes sumiu no dia 24 de setembro de 2012 e nunca foi encontrado. Na época, o jovem tinha 11 anos. A principal hipótese é que o garoto teria sido sequestrado por vingança a um parente. Romário foi preso com Luan Alves, mas depois ambos foram libertados. 

Carlos Lustosa Filho/CidadeVerde.com


Yala Sena (flash)
Fábio Lima (da Redação)
redacao@cidadeverde.com
Imprimir