Cidadeverde.com

Homenagens pelos bons serviços prestados (?!?)

A polêmica desta semana foi a devolução da Medalha da Ordem Nacional do Mérito Científico feita através de Carta Aberta assinada por 21 dos agraciados com a honraria. A entrega se deu, especialmente pela auto concessão da honraria pelo Presidente da República e para mais alguns dos seus ministros.

STOP! STOP! STOP!

Antes que os abençoados “seguimores” do líder vigente pensem qualquer coisa a meu respeito, vamos aos fatos e suas estranhezas!!!

A Medalha da Ordem Nacional do Mérito Científico foi criada em 1993 para laurear pessoas que se destacam no campo da ciência nacional. Este destaque não é e nem deve ser de natureza política (GRIFOS PARA QUE FIQUE CLARA A MINHA POSIÇÃO). Especialmente diante do notório comportamento negacionista que os auto laureados manifestam. Ao se auto proclamarem jogam-se entre os que homenageiam. Confesso que se estivesse entre os homenageados teria feito a mesma coisa. Foi uma forma de dizer: Muito obrigado, mas não somos iguais!

Já tem um tempo que observo estes movimentos de homenagens. Até hoje, como pesquisador, recebi algumas poucas homenagens. Mas queria falar sobre duas em especial, uma que reflete o real papel de pesquisador e outra que reflete o real papel das homenagens de cunho político.

Em 2008 recebi uma homenagem da Fundação Instituto Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro, durante a abertura da 4ª Olimpíada de Saúde e Meio Ambiente. Como Professor Orientador de trabalhos no Ensino Médio, levava para aquela premiação, pela quarta vez consecutiva, mais um dos meus alunos. Este foi o motivo da homenagem.

Em 2014 recebi uma homenagem da Câmara Municipal de Teresina. Medalha do mérito legislativo. Fiquei muito feliz com o reconhecimento da cidade que nasci e onde sempre morei. Depois, para minha frustração, fui informado pelo Vereador que me indicou que o meu mérito maior foi ter atendido o telefone primeiro do que outro indicado por ele. Como aceitei a homenagem, ganhei (dá pra imaginar minha cara?).

Parabenizo imensamente os cientistas que através de carta aberta devolveram a homenagem. Eu não estou entre os homenageados (provavelmente nunca estarei), mas me senti representado por vocês.

Sou sempre a favor de homenagens aos que de fato merecem. Como ando descrente de tudo, ao tomar conhecimento sobre esta situação, fico feliz por saber que entre os meus pares, ainda existe muita gente íntegra.

Boa semana para todos (as).