Cidadeverde.com

Governo autoriza 1,5 bilhões de reais para pesquisa básica pelos próximos três anos

Considerada uma medida surpreendente para os pesquisadores, o Governo resolveu, de repente, autorizar a liberação de 1,5 bilhões de reais para serem investidos apenas na Pesquisa Básica pelos próximos três anos.

A Pesquisa Básica é fundamental para o desenvolvimento de todas as formas de pesquisas, pois é capaz de gerar o grosso das informações que podem ser imediatamente utilizadas para subsidiar as pesquisas aplicadas, em geral, consideradas prioritárias por serem capazes de gerar produtos e saberes de interesse direto da população.

Geralmente os recursos para pesquisa básica são negligenciados porque não geram resultados imediatos e por isso tem o retorno mais lento para a sociedade. Em tempos de crise a prioridade é, quase sempre, a pesquisa aplicada. A pesquisa aplicada também conta com o apoio mais forte da iniciativa privada que, muito raramente, investe na pesquisa básica.

Estudos de novas doenças, estudos da biodiversidade animal e vegetal e isolamento de substâncias de interesse medicinal estão entre os conhecimentos considerados como temas para a pesquisa básica.

Os cientistas italianos estão de parabéns com esta decisão proferida esta semana pela ministra da Educação, Universidade e Pesquisa da Itália, Valeria Medeli. O anúncio contraria a política desenhada no último triênio onde foram liberados o equivalente a 350 milhões de reais, um quarto do valor anunciado agora.

Enquanto isso no Brasil...