Cidadeverde.com

Movimentos anticientíficos inundam Redes Sociais

Um dia destes percebi através de uma rede social um comentário jocoso dando conta que a Terra não é plana. A princípio fiquei achando que era alguma brincadeira onde alguém estava tirando brincadeira com algum amigo.

Depois percebi que era algo muito mais sério do que eu pensava. Fiquei pasmo! Considerar em pleno século XXI que a Terra não é esférica, ou que não apresenta o seu formato único – geóide, seria no mínimo uma sandice.

Perdi um pouco do meu tempo e procurei na internet alusões sobre o tema. Descobri uma tal The Flat Earth Society (Sociedade da Terra Plana, em tradução livre) que é dirigida por um homem chamado Daniel Shenton que mora em Hong Kong. Daniel, considerado pelo jornal britânico The Guardian, como o homem mais irracional do mundo, comanda um grupo de pessoas que defendem que a Terra é um grande disco.

 

A ideia deles (sim, pois tem mais gente que acredita nisso! Shenton tem mais de seiscentos seguidores no Twitter) é de que todos os continentes e terras do planeta ficam em um disco cercado por geleiras (o que termina sendo uma barreira que impede que as embarcações despenquem planeta afora, só pode!).

 

No Brasil existem blogs tratando do tema e traduzindo (com legendas e tudo) os vídeos que propagam a tal teoria da Terra Plana, como uma ideia antiga, de tempos bíblicos imemoriais e que hoje é combatida por segmentos científicos, dentre eles a Agência Espacial Americana (NASA) que constrói verdadeiros cenários artificiais como comprovações de que a Terra seria redonda. Um destes vídeos (se você não tiver muito o que fazer) pode ser assistido aqui:

O fundamento desta ideia não é recente. Segundo pude ler algumas críticas sobre o tema, seus autores falam que na época da Alemanha nazista temas similares eram propagados como verdades absolutas e chegavam até os cidadãos comuns, ceifados pela própria ignorância.

Cabe a nós, professores, formadores de opinião e divulgadores da ciência tentar mostrar para a maioria o quão nocivas são ideias como essa para jovens em formação. A fraqueza e a ignorância podem se sobrepor à luz do conhecimento e do saber. Confesso que ainda estou bestificado sobre o assunto.