Cidadeverde.com

Argumentaê: um laboratório de experiências comunicacionais

As discussões sobre temáticas educacionais estão longe de se esgotar. As políticas públicas educacionais patinam em tentativas de melhorar a educação brasileira sem, no entanto, conseguir agregar uma experiência que contemple o principal problema.

Na minha opinião algumas ações podem ser consideradas positivas, como a tentativa de estabelecer uma Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e outras negativas, como a Reforma do Ensino Médio que criou itinerários formativos que, combinados às políticas de distribuição de recursos do Ministério da Educação, podem terminar por excluir grande parcela da população de almejar formação superior, detida em estudar para ingressar logo no Mercado de Trabalho, via itinerários de formação profissional.

O interessante de tudo é que existem pesquisadores que atuam visando facilitar o diálogo entre o saber e o estudante. Estes atalhos facilitam a conquista dos estudantes que se veem estimulados a tentar entender conteúdos considerados verdadeiros “bichos-papões” do conhecimento como a Matemática e as Ciências, por exemplo.

Neste sentido a pesquisadora piauiense Lea Veras e o grupo do Argumentaê Lab, fundado a partir de um projeto de pesquisa e desenvolvimento da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), se inserem, tentando trabalhar caminhos alternativos para que os professores alcancem os estudantes por outras vias como dinâmicas, brincadeiras e outras formas lúdicas de acessar temas considerados complicados de serem repassados pelas vias consideradas “normais”.

O Argumentaê Lab não se restringe apenas à comunicação vinculada à educação. A proposta é mais ampla. Na escola, a ideia é desenvolver a aprendizagem cooperativa, estimular debates, estabelecidos sob a premissa de se comunicar sempre. No âmbito mais geral, a proposta do Laboratório é desenvolver o assessoramento personalizado de quem precisa se comunicar na dinâmica de trabalhos convencionais como estimular investimentos ou vender um produto.

A ideia do Argumentaê Lab já ganhou certa notoriedade e Lea Veras já foi convidada para palestrar no TEDx[1] de São Carlos, disseminando as ideias sobre a comunicação, incluindo a educação como mote maior, especialmente para o Ensino de Ciências.

Lea Veras é engenheira química formada pelo Instituto Militar de Engenharia (IME/RJ) e tem doutorado em Química pela Carnegie Mellon University (CMU/EUA) e atualmente é professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

 

[1] O TEDx é uma série de palestras elaboradas por uma instituição sem fins lucrativos criada nos EUA, a Fundação Sapling e que convida pesquisadores e formadores de opinião a “espalhar suas ideias”. TED significa Technology; Entertaiment; Design. O evento tem como tema “Ideas Worth Spreading”, traduzido para o português como “Ideias que merecem ser disseminadas”.