Cidadeverde.com

Flagrante da vida real: macaquinhos usando ferramentas

Durante muito tempo a ciência só dava crédito ao ser humano como usuário de ferramentas para o desenvolvimento de suas atividades.

Há muito já se conhece a habilidade de determinados animais no uso de objetos adaptados como ferramentas: são aves que usam gravetos para espetar larvas e insetos, pássaros que tecem seus ninhos como se cosessem um tecido e tantos outros exemplos. Mas durante muito tempo a atribuição ao uso de ferramentas por primatas era absolutamente restrita aos seres humanos.

Em 2007 uma imagem captada pelo fotógrafo André Pessoa ganhou o mundo: um macaco-prego (Cebus libidinosus) usando uma pedra para quebrar amêndoas ou frutos, em algum lugar no município de Gilbués (PI). A imagem chamou a atenção de cientistas como a italiana Elisabetta Visalberghi e o brasileiro Eduardo Ottoni que publicaram artigos científicos sobre o flagrante uso de ferramentas nestes macaquinhos no periódico American Journal of Physical Antropology.

Mesmo depois de ter lido isso há mais de 10 anos fiquei surpreso com um flagrante que fiz, pessoalmente, em macaquinhos desta espécie aqui, no nosso Parque Zoobotânico. Sem nenhuma pretensão de deixar de ser botânico para ser etólogo (biólogos que estudam o comportamento animal) saquei o smartphone e fiz o flagrante. Acompanhe:

Acho que é o prêmio do dia na vida de um biólogo: flagrar coisas interessantes na natureza!

Até a próxima...