Cidadeverde.com

Aranha das patas azuis é uma nova espécie descrita

Uma espécie de aranha encontrada nas florestas da Malásia é um dos mais novos organismos descritos pela Ciência. Trata-se da espécie Birupes simoroxigorum, chamada popularmente de Tarântula Azul. A espécie é nativa do Estado de Sarawak na Malásia tem as patas azuis bem características e um corpo de cor creme (veja imagem).

Tarântula Azul (Fonte: www.sciencemag.com)

 

A espécie recebeu este nome porque Biru é um termo para azul no idioma da Malásia. Já o nome específico é combinação do primeiro nome das três crianças que colecionavam o animal e a doaram para os pesquisadores: Simon, Roxanne e Igor.

A polêmica

A descoberta desta espécie abriu uma grande polêmica entre autoridades ambientais da Malásia e os cientistas que publicaram a descoberta. Os cientistas receberam a doação dos animais mortos de três crianças que as criavam. Entretanto, as autoridades da Malásia reclamam que não existe qualquer autorização para a saída destes animais do território malásio. O que significa que os animais typus (organismo que serviu como referência para descrição na condição de espécie nova) eram ilegais.

A Malásia é um dos países detentor de grande biodiversidade e que sofre bastante com os efeitos da biopirataria, dada a falta de controle das autoridades em relação ao fluxo de turistas que, por vezes, levam “lembranças” da fauna e da flora do país. O Brasil também sofre com este tipo de problema. Nossa hegemonia na produção de borracha natural, por exemplo, é o caso mais absurdo de biopirataria que nos causou prejuízos econômicos incalculáveis em épocas pretéritas.

Bom carnaval!!!