Cidadeverde.com

Reitor da UFPI diz que período não será cancelado e garante equilíbrio financeiro

O reitor da Universidade Federal do Piauí, José Arimatéia Dantas, assegurou nesta terça-feira (7) que o período letivo não será cancelado. Antes das suspensão das aulas, por conta da pandemia, o período já havia começado. O gestor da universidade também garante que o isolamento não afeta as finanças da instituição.

“Nós queremos retomar assim que puder suspender essa decisão do retorno às aulas. Vamos complementar esse semestre e fazer um novo calendário para o segundo semestre. Vamos ter que fazer um ajuste, diminuir o período de férias para que a gente possa, com o tempo, voltar à normalidade. Não há intenção de cancelar o período”, explicou Arimatéia.

Com suspensão anunciada desde o dia 17, as aulas na universidade continuam suspensas por tempo indeterminado. Um comitê técnico se reúne a cada 15 dias para avaliar o cenário epidemiológico e estudar a possibilidade de retorno do período letivo.

Segundo Arimatéia Dantas, o período de isolamento resguardou a universidade de gastos cujos pagamentos estavam quase comprometidos com a redução da receita própria da universitária  “Com essa paralisação, estamos tendo uma economia de recursos. Este ano nós vamos ter um orçamento tranquilo. A situação orçamentária está tranquila”, disse. 

Universidade e epidemia

A UFPI tem contribuído em diversas ações que auxiliam instituições públicas de saúde no combate à pandemia de Covid-19. A ajuda vai desde a cessão de equipamentos para realização de exames à confecção de EPIs;

“Nós disponibilizamos equipamentos de PCR que fazem a caracterização do genoma (da Covid-19). Tínhamos esses equipamentos nos laboratórios e estão instalados no Lacen (Laboratório Central) e sendo usados no diagnóstico, aumentando a velocidade do exame de casos suspeitos”.

A universidade também doou cerca de 43 mil EPIs para instituições de saúde. Um pesquisa desenvolvida por um núcleo e ciência da instituição trabalha um protótipo que chega a quadruplicar a capacidade de pacientes por ventiladores para respiração mecânica.

Pesquisas

As bolsas de pesquisa e extensão, aquelas que são pagas pela UFPI, continuam sendo repassadas para os estudantes, incluindo bolsas para estudantes carentes.

Valmir Macêdo
[email protected]