Cidadeverde.com

Esperantina se destaca em gestão de programa nacional de educação

Três escolas municipais de Esperantina conquistaram desempenho de alta qualidade na gestão do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). A avaliação foi feita pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que analisa como os gestores escolares utilizam os recursos disponibilizados pelo PDDE.

Na avaliação, as escolas classificadas com atuação de alta qualidade foram aquelas que receberam nota 9 ou mais em seu desempenho, no ano de 2019, no Índice de Desempenho da Gestão Descentralizada (IdeGES-PDDE). Em Esperantina, a Escola Municipal Professora Cleonice Borges obteve a nota 9,79; a Escola Municipal Maria das Graças Rodrigues Coelho conquistou a nota 9,16; e a Escola Municipal Gervásio Lages Rebelo conquistou a nota 10 na gestão do PDDE.

“É um orgulho para Esperantina figurar nessa seleta lista de escolas que gerem os recursos do PDDE com eficiência. Uma gestão que prioriza a educação colhe bons frutos em todas as áreas. É maravilhoso constatar que os esforços garantiram resultados que, inclusive, vão se estender para toda a vida dos nossos alunos. Meus parabéns a todos os profissionais da Educação de Esperantina que colaboraram para essa conquista", comenta Vilma Amorim.

O secretário municipal de Educação de Esperantina, Francinaldo Nunes, parabeniza as equipes das escolas com alto desempenho e reconhece que o esforço conjunto trouxe os bons resultados. "Sem parceria, não poderíamos comemorar esse indicador. Dentre os 224 municípios do Piauí, estar entre os 75 com nível altíssimo de ensino, é motivo para comemorar. Atingimos a média de 9,6 no IdeGES-PDDE, e esse resultado só reforça o nosso compromisso com a educação”, finaliza Nunes.

 Criado em 1995, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem por finalidade prestar assistência financeira para as escolas, em caráter suplementar, a fim de contribuir para manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica, com consequente elevação do desempenho escolar.

O IdeGES é um indicador que mensura o desempenho da gestão descentralizada do PDDE em todo o Brasil e baseia-se em três indicadores de desempenho: adesão, execução e prestação de contas dos recursos. Dessa maneira, apresenta faixas de classificação que vão de 0 a 10, sendo de 0 a 4 muito baixo e de 9 a 10 um indicador de alta qualidade. O IdeGES-PDDE agrega três indicadores para avaliar o desempenho: adesão, execução e prestação de contas dos recursos do PDDE. Assim, o desempenho do programa em um município pode ser considerado satisfatório se alcança o máximo de seu público-alvo (adesão), se os recursos são utilizados (execução) e empregados nas finalidades do programa (prestação de contas).

Da Redação
[email protected]