Cidadeverde.com

Operação Calom: Polícia Civil prende seis ciganos em Esperantina

Seis ciganos foram presos em flagrante pela Polícia Civil do Piauí nesta quarta-feira (23), durante a “Operação Calom”. Eles são suspeitos de participação em uma organização criminosa responsável por lavagem de dinheiro no município de Esperantina, a 188 km de Teresina. Uma mulher suspeita de homicídio que estava atacando moradores com uma faca também foi presa.

A operação foi comandada pelo delegado Ayslan Magalhães, da Delegacia da Polícia Civil  em Esperantina, e teve apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal. Ao todo, 60 policiais participaram da ação.

Os policiais deram cumprimento a 15 mandados de busca e apreensão, contra 15 pessoas suspeitas de integrarem um grupo criminoso que atua em Esperantina. Durante a ação os policiais recolheram várias provas, apreenderam veículos, quase R$ 10 mil em dinheiro, além de drogas.

“A operação foi realizada contra um grupo, uma etnia de ciganos que vem aprontando em Esperantina, na localidade Pedreiras, conhecida como Cracolândia de Esperantina. Eram 15 alvos, então foram 15 mandados de busca e apreensão. Foram realizadas 12 conduções, onde foram lavrados 6 flagrantes por tráfico, 4 TCOs por porte de droga para consumo próprio, e foram apreendidos dois veículos e 4 motos, e aproximadamente R$ 10 mil, além de maconha, crack e cocaína”, explicou o delegado Ayslan Magalhães.

Foto: Divulgação/PC-PI

Dinheiro apreendido pela polícia

Segundo o delegado, os veículos apreendidos fazem parte da investigação que está sendo realizada sobre lavagem de dinheiro. O grupo está sendo investigado ainda por tráfico de drogas, posse de arma, furto de animais e receptação. 

Prisão de homicida

Durante a ação os policiais ainda deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra uma mulher, de 18 anos, que tem aterrorizado a população de Esperantina.

A mulher, quando era menor de idade, é suspeita de ter assassinado uma outra mulher em fevereiro de 2020 no bairro Mutirão. Além desse crime, ela estaria atacando moradores do bairro Pedreiras com uma faca.

“A polícia aproveitou a operação e prendeu uma mulher que assustava os moradores da região. Ela saia pedindo dinheiro para as vítimas, elas não davam e ela corria atrás das vítimas com uma faca. Ela tem 18 anos, possui uma extensa ficha criminal, inclusive já matou uma mulher em Esperantina e a Polícia Civil prendeu ela hoje”, destacou o delegado Aylan Magalhães.

Bárbara Rodrigues
[email protected]