Cidadeverde.com

Caso de feto humano encontrado em Esperantina permanece um mistério

O caso do feto humano encontrado no quintal de uma casa de Esperantina, a 175 quilômetros de Teresina, permanece um mistério. Mesmo após um dia de investigações, a Polícia Civil ainda não descobriu quem foi responsável pelo abandono.

Em parceria com profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) do conjunto Mão Santa, onde o feto foi encontrado, policiais descobriram que todas as mulheres grávidas acompanhadas pelo PSF na região continuam gestantes.

Com a informação, a Polícia Civil descartou que a responsável por abandonar o feto morasse no bairro. Agora, os policiais trabalham com duas hipóteses: ou a mulher mora em outra região ou estava escondendo a gravidez.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com