Cidadeverde.com

Tia e sobrinha são vítimas de estupro durante assalto em Esperantina

Atualizada às 12h25

Tia e uma sobrinha - de apenas 12 anos - foram vítimas de estupro durante um assalto na noite de ontem (30), em Esperantina (174 km de Teresina). Segundo o titular da delegacia da cidade, delegado Leonardo Martins, as vítimas ainda serão ouvidas por ele. 

De acordo com ele, a informação dos policiais de plantão que atenderam à ocorrência é de que por volta das 19h dois homens invadiram a residência das vítimas e anunciaram um assalto. 

"Não sabemos ainda se estavam armados, se já entraram com intenção do estupro e usaram o assalto apenas como pretexto, ou se entraram na casa para roubar e acabaram cometendo a violência sexual depois", disse. 

O delegado geral de polícia civil, Riedel Batista, informou que já existem suspeitos e que a tia e sobrinha receberão atendimento em Teresina. 

"É um crime hediondo e a polícia civil agora tem como prioridade esse caso. Eles fizeram um roubo de um veículo, uma moto, na casa das vítimas, e fizeram isso. Temos três equipes de policiais civis de Matias Olímpio, Esperantina e Luzilândia nesse caso e já temos suspeitos. A ação da polícia só vai encerrar quando for feita a prisão", destacou.

O delegado Leonardo disse que as vítimas serão ouvidas, por estarem bastante abaladas com a situação. Ele esclareceu que a consumação da violência sexual já foi confirmada contra a criança. A violência sofrida pela mãe ainda será avaliada por exames, mas ele destacou que a tentativa já está caracterizada. 

"A confirmação de penetração deixa claro o estupro, mas esse crime também pode ser configurado de outra forma, com outro tipo de violência e abuso, não apenas com o ato consumado. Então precisamos apenas ouvir as vítimas e constatar por meio de exames o que aconteceu. Aos policiais ambas relataram o estupro", explicou. 

 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com