Cidadeverde.com

Agentes abortam fuga de oito detentos do presídio de Esperantina

Os agentes penitenciários conseguiram abortar uma fuga de oito presos da Penitenciária Regional de Esperantina (localizada a 190 Km de Teresina) na noite de ontem(27), por volta das 22 horas. 

Após uma ronda de rotina nos arredores da unidade, os agentes detectaram uma movimentação anormal no corredor de acesso aos pavilhões e ao abrirem o local, viram oito presos tentando fugir. 

Eles já haviam serrado as grades da cela A da triagem interna e já estavam no corredor central do presídio. 

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), a cerca elétrica da unidade está há mais de dois anos sem funcionar e há somente cinco agentes, por plantão, para mais de 400 detentos. A capacidade é de 157 internos. 

“É necessário providências e atenção urgentes por parte do Estado em relação aos estabelecimentos do sistema prisional, faltam vagas para detentos, geradores de energia, rádios de comunicação, lanternas para iluminação noturna, armamento não letal, algemas, todos esses itens básicos para que os agentes possam dignamente realizarem trabalhos dentro dos padrões mínimos de Segurança e obedecendo a à Lei das Execuções Penais (lei 7.210/85)”, explica o presidente do Sinpoljuspi, José Roberto. 

Uma assembleia geral acontece nesta terça(29), às 10 horas, na sede do sindicato com os agentes penitenciários. “A categoria cobra do Governo do Estado o cumprimento de Leis e Acordos Judiciais que contemplam 275 agentes penitenciários com promoções e a categoria poderá deflagrar greve, caso não haja um posicionamento positivo em relação a essas demandas”, afirma José Roberto. 

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com