Cidadeverde.com

Jovem não aceita reatar namoro e é morta a tiros durante festa

 

Foto feita momentos antes do crime. Foto: Divulgação/Polícia Civil

A jovem Eliane de Sousa Paiva, 29 anos, foi uma das primeiras vítimas de feminicídio no Piauí em 2019. Nesse domingo (6) ela foi morta com um tiro no peito ao dizer “não” para o ex-namorado que queria reatar o relacionamento. O crime aconteceu na localidade Vila Palmeira, na zona Rural de Esperantina, 188 km de Teresina. 

O policial civil da Delegacia Regional de Esperantina, Fernando Cunha, informou ao Cidadeverde.com que Eliane estava no aniversário de uma sobrinha quando o ex-namorado chegou à festa pedindo para falar com ela. 

“O tio dela foi atender ele na porta e chamou ela. Antes de sair, o tio ouviu ele pedindo para voltar a namorar com Eliane. Ela dizia que não, que não queria mais nada com ele. Logo em seguida ouviu os disparos”, conta o policial. 

Segundo a polícia, Marcelo Amorim Silva, 33 anos, atirou no peito de Eliane e, em seguida, cometeu suicídio com um tiro na cabeça. 

“Os corpos estavam na porta da festa. Ainda bem que ele não entrou porque podia ter acontecido dentro do aniversário. Ao que tudo indica, o crime foi premeditado. Se por acaso ela dissesse não, ele ia atirar”, acrescenta o policial civil. 

Marcelo Amorim Silva, 33 anos, atirou no peito de Eliane. Divulgação/Polícia Civil 

A arma usada no crime é uma pistola 380, que estava municiada. 

Marcelo Amorim foi preso anteriormente por posse ilegal de arma. Um inquérito será aberto para investigar as circunstâncias do crime. 

Eliane era mãe de dois filhos. 


Izabella Pimentel
[email protected]