Cidadeverde.com
Esporte

Dirigente do São Paulo ataca empresário de Lucas, que rebate

Imprimir
A viagem de Wagner Ribeiro, empresário de Lucas, do São Paulo, e dos pais do jogador à Espanha, na semana passada, para conhecer as instalações do Real Madrid segue causando mal-estar no Tricolor. Depois do técnico Emerson Leão achar “desnecessário” o encontro, foi a vez do diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, reprovar a reunião entre empresário, o presidente do clube merengue, Florentino Pérez, e os parentes do atleta.

– O que me irrita é que o Wagner Ribeiro faz essas coisas porque quer aparecer, e vocês (jornalistas) publicam as fotos. Lembra quando ele fez o seu último negócio? Todos sabem qual o momento pessoal dele, a situação financeira e familiar, então, só lamento. Ele conseguiu o que queria – reclamou Adalberto.

De acordo com Wagner Ribeiro, o encontro é uma prática normal que ele promove. Ele garante que serve, apenas, para apresentar a cidades e os clubes do mundo para os pais de seus jogadores agenciados. Em seu perfil no Twitter, o agente reclamou das declarações de Adalberto Baptista, que atacou o lado pessoal do empresário.

– Lamento e não admito que o diretor do SPFC fale de minha vida privada. Sou profissional e vou sempre garantir os direitos dos atletas. Se meu "problema" é o rompimento de um casamento, isto nada representa perto das malvadezas em estádios de futebol – disse.

Sobre a visita, Ribeiro garante que não houve nenhuma conversa sobre uma possível transferência do meia para o Real. Nesta quinta, um jornal inglês publicou que o Manchester United, que tem interesse no garoto, irá convidar o empresário e os pais de Lucas para uma visita às instalações do clube.


Fonte: G1
Imprimir