Cidadeverde.com
Geral

Alcateia: Jovem está sob proteção policial por ameaça de morte

Imprimir
Uma jovem de 16 anos, que trabalhava na casa de um dos acusados de roubo a bancos preso na Operação Alcateia, está sob proteção policial por estar sofrendo ameaças de morte. 

De acordo com o conselheiro tutelar Djan Moreira, a garota trabalhava na residência de Elielson Golçalves de Lima, que de acordo com a polícia, seria um dos líderes da quadrilha.


Elielson Golçalves de Lima (líder) - com seis processos, quatro pedidos de prisão preventiva e um processo no Maranhão

"A jovem foi até a delegacia e comunicou o fato à polícia. Disse que estava sendo ameaçada de morte. A Civil comunicou o Conselho Tutelar e a proteção está sendo feita pela Polícia Militar", disse Djan.

A Operação Alcateia foi deflagrada no último dia 16 e resultou em 10 presos. Dois outros acusados ainda estão foragidos. Segundo a polícia, a quadrilha monitorava as vítimas de assalto e planejavam pelo menos cinco roubos em Teresina. Além das saidinhas de banco, o grupo é acusado de explosão de caixas eletrônicos e assaltos a comércios de Teresina, José de Freitas e Timon (MA).

Matéria relacionada:

Jordana Cury

Imprimir