Cidadeverde.com
Últimas

Parnaíba comemora aniversário e TV Cidade Verde faz programa especial

Imprimir
Parnaíba comemora nesta quarta-feira (14) seus 169 anos de emancipação política e a TV Cidade Verde preparou uma homenagem especial. O Jornal do Piauí de hoje será transmitido, ao vivo, da praça Nossa Senhora das Graças no Centro do município.

Fotos: Juscelino Reis

A cidade, que fica a 330 quilômetros ao Norte de Teresina, é a segunda mais populosa - cerca de 150 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE) - e mais importante cidade do Piauí, atrás apenas da capital, que na próxima sexta-feira chega ao seu 161º aniversário.


Elivaldo Barbosa comanda a transmissão onde serão exibidas matérias especiais sobre a Cidade e seu momento de evolução. Thiago Mendes e Joelson Giordani, mostram o que Parnaíba tem de melhor em história e desenvolvimento. 

Além de solenidades religiosas, o município comemora a data com a 1ª Feira do Agronegócio da Planície Litorânea, evento realizado pela Prefeitura Municipal com a apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater).


Parnaíba, além de suas belezas naturais, como o Delta do Parnaíba, o único em mar aberto das américas, possui um grande valor histórico para o Piauí, com seus casarões tombados e preservados, e por sua participação pioneira no movimento de independência do Brasil, através de um movimento político liderado por Simplício Dias da Silva, precipitando os confrontos de brasileiros e portugueses, que culminaram na Batalha do Jenipapo, às margens do rio Jenipapo, em Campo Maior, em março de 1823.

O nome do município significa, na língua tupi-guarani, “rio de águas barrentas”, em alusão ao rio Parnaíba, que banha a cidade através de um de seus afluentes, o rio Igaraçu. Outra possível origem para o nome seria uma homenagem a Domingos Jorge Velho, que nasceu na Vila de Parnaíba, em São Paulo.


Antes habitada por índios tremembés, de 1671 a 1614 passou a receber excursões, que chegam ao litoral do Piauí atraídas pelas notícias da grandiosidade do rio Parnaíba. Essas excursões traziam navegadores, aventureiros, jesuítas e pesquisadores que desbravaram a região muito antes dos bandeirantes. Há registros de que entre eles estavam Nicolau Resende, cujo navio naufragou na foz do rio e perdeu toneladas de ouro. Resende passou 16 anos na região em busca do tesouro perdido.


No dia 20 de setembro de 1759, o governador da província, João Pereira Caldas, fundou a vila de São João da Parnaíba. Em 1770, começou a construção da Igreja de Nossa Senhora Mãe da Divina Graça. No dia 14 de agosto de 1844, a vila foi elevada a categoria de cidade pela lei nº 166 promulgada pelo então governador José Idelfonso de Souza Ramos.


Da Editoria de Cidades
Imprimir