Cidadeverde.com
Geral

Piloto afirma que avião que explodiu no aeroporto possuía "dificuldades"

Imprimir
A TV Cidade Verde conversou com exclusividade com um piloto que já voou na aeronave Cessna 172, monomotor do aeroclube do Ceará que explodiu ontem (16) na tragédia do aeroporto. Ele afirma que o avião apresentava dificuldades no chamado "horizonte artificial", que orienta os pilotos em voos noturnos. 


O piloto não quis se identificar, mas disse ainda que no voo que realizou há cerca de dois meses a aeronave tinha problemas de potência. O profissional acrescentou que a umidade pode ter prejudicado a pilotagem, assim como a lotação máxima, que é de quatro ocupantes.


Por telefone ao Notícia da Manhã, o comandante do aeroclube do Ceará, Amauri Costa, garantiu que a aeronave estava em perfeitas condições de voo. "Não temos informações sobre o que possa ter acontecido. Qualquer suspeita seria especulação. Vamos aguardar as investigações dos órgãos competentes", destacou o comandante.

Modelo de Cessna 172

Amauri informou também que o piloto Rodrigo Viana, 26 anos, era experiente, natural de Minas Gerais e trabalhava no Ceará. Ele disse ainda que não sabia sobre os voos que estavam sendo realizados no Piauí.


Matérias relacionadas:


Jordana Cury
Com informações de Joelson Giordani 
Imprimir