Cidadeverde.com
Entretenimento

Ácido e bem produzido, Danilo Gentili estreia com o pé direito no SBT

Imprimir
Danilo Gentili fez sua estreia no SBT com o pé direito. O "The Noite" superou a expectativa em torno de seu novo talk-show, bombou nas redes sociais e garantiu a vice-liderança com folga. O caprichou da produção foi tamanho que ficou difícil acreditar que estava sintonizado no canal de Silvio Santos.

Seguro no vídeo, Gentili deitou e rolou em cima do deboche e do humor ácido. E, sempre que teve uma brecha, alfinetou a Band. Tirou sarro do nome de seu antigo programa ao revelar que pensou em batizar sua atração no SBT de "Agora é Jequititarde", brincou com suas novas condições de trabalho (agora com vale-refeição) e concordou com Roger quando ele disse que o cenário é muito mais bonito que o do ano passado.

A atração surpreendeu ao começar com seus integrantes fazendo um passeio pelos programas da casa. Destaque para a "edição especial" do "Casos de Família" cuja chamada era: "Me prostituía para comer X-bacon". Gentili tirou sarro até do fato de estar ocupando a vaga que fora de Jô Soares na década de 90 ao iniciar os trabalhos em uma réplica cheia de poeira do antigo talk-show do apresentador no canal. Com direito a caneca vazia e tudo!

Com total liberdade para criar, ironizou a decisão de Marcelo Mainsfield de ficar na Band. Em uma esquete, apareceu recebendo uma mensagem que dizia: "o veio pulou fora do barco". Em seguida, Leo Lins apareceu em frente ao que seria o Retiro dos Artistas atrás do ex-companheiro e foi recebido por Marcos Oliver de toalha dizendo que o veterano não queria falar.

A abertura lembrou bastante o "Saturday Night Live" comandado por Rafinha Bastos na Rede TV!. Do stand-up com a extensa lista de agradecimentos ao posicionamento da banda no cenário: tudo remetia ao extinto humorístico. Outra inspiração dos cenógrafos que criaram o projeto foi o talk-show americano comandando por Jimmy Fallon. Da mesa de madeira ao sofá azul. Estava tudo lá.

Um dos grandes acertos do programa foi tentar ser fiel ao modelo americano de se fazer programa de entrevistas. A escolha de Fábio Porchat como convidado da estreia também foi acertadíssima. Ter um humorista no seu sofá permitiu que Gentili pudesse fazer brincadeiras que outro tipo de convidado não aceitaria. Como, por exemplo, entrar no palco escorregando em um cano tal qual fazem os bombeiros quando são chamados em emergência.

Foto: Divulgação

Com muito humor, o anfitrião fez o amigo comentar assuntos polêmicos que envolveram seu nome nos últimos meses. Da exposição excessiva na TV, passando pelos boatos sobre sua vida sentimental, a exibição de um vídeo tosco do começo de sua carreira até acabar confusão com a polícia sobre um vídeo da Porta do Fundos. 

Ao invés de se despedir, o entrevistado acabou "assassinado" por um argentino, em mais uma alfinetada à Band - pelo fato do diretor geral da emissora ser um "hermano".

Apesar da conversa ter sido totalmente roteirizada, o papo parecia espontâneo e tanto Gentili quanto Porchat se surpreenderam com brincadeiras preparadas pela produção. 

A única coisa que não funcionou na estria foi Diego Coruja no papel de locutor. 

Nas redes sociais, os barulhentos internautas elogiaram bastante o programa. Além de se manter no topo dos Trending Topic, o "The Noite" emplacou ainda mais quatro hastags durante o tempo que permaneceu no ar. 

A audiência também se mostrou bastante receptiva. Segundo dados prévios do Ibope, o talk-show chegou a marcar 7,5 pontos. Índice que lhe garantiu a vice-liderança isolada com o triplo do que marcava a Record.

Se conseguir manter o nível da estreia, Gentili terá um ano muito mais promissor do que aquele que passou. É bom Jô Soares se cuidar!
 
Fonte: MSN
Imprimir