Cidadeverde.com
Política

Mirócles Veras diz que ouvirá CRM e órgãos sobre pronto-socorro

Imprimir
Mesmo sem admitir que será o novo secretário estadual de Saúde, Mirócles Veras já concedeu entrevista neste sábado (5) como tal. Pela manhã, ao chegar na casa do governador Moraes Souza Filho (PMDB) para a primeira reunião de trabalho, ele respondeu sobre a polêmica proposta de reabertura do pronto-socorro do Hospital Getúlio Vargas. 

Fotos: Raoni Babrosa/Revista Cidade Verde

"Temos que fazer o melhor para a saúde. Estudar a melhor forma para amenizar o problema da urgência e da emergência. Vamos ouvir o Conselho Regional de Medicina, a Prefeitura, o Governo, o Hospital Getúlio Vargas e todos os órgãos competentes para buscar essas melhorias", disse Mirócles Veras. 

A proposta já era discutida entre o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), e Moraes Souza Filho antes mesmo deste assumir o cargo de governador. A ideia é desafogar o saturado Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 


Mirócles Veras afirmou que considera normal a reação de Carlos Iglesias, diretor do HGV, que é contra a reabertura do pronto-socorro, assim como outros nomes da área de saúde. "Ele (Iglesias) está preocupado com a alta complexidade, mas saberemos respeitar esse setor", declarou o provável secretário. 

A reunião na casa de Zé Filho não tem hora para terminar. A coletiva para anunciar o novo secretariado, prevista para 11h, foi cancelada. 

Jordana Cury (flash)
Fábio Lima (Da Redação)
Imprimir