Cidadeverde.com
Geral

Menandro Pedro diz que Bonfim Filho é "unanimidade" entre polícias, em homenagem

Imprimir
  • IMG_4355.jpg Wilson Filho
  • IMG_4336.jpg Wilson Filho
  • IMG_4334.jpg Wilson Filho
  • IMG_4332.jpg Wilson Filho
  • IMG_4325.jpg Wilson Filho
  • IMG_4323.jpg Wilson Filho
  • IMG_4318.jpg Wilson Filho
  • IMG_4316.jpg Wilson Filho
  • IMG_4312.jpg Wilson Filho
  • IMG_4296.jpg Wilson Filho
  • IMG_4289.jpg Wilson Filho
  • IMG_4282.jpg Wilson Filho
  • IMG_4276.jpg Wilson Filho
  • IMG_4273.jpg Wilson Filho
  • IMG_4268.jpg Wilson Filho
  • IMG_4266.jpg Wilson Filho
  • IMG_4263.jpg Wilson Filho
  • IMG_4262.jpg Wilson Filho
  • IMG_4259.jpg Wilson Filho
  • IMG_4257.jpg Wilson Filho
  • IMG_4254.jpg Wilson Filho
  • IMG_4252.jpg Wilson Filho
  • IMG_4250.jpg Wilson Filho

A Secretaria de Segurança do Piauí prestou uma homenagem ao delegado Bonfim Filho, que recentemente deixou a ativa da Polícia Civil. Policiais civis, militares e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tanto do Piauí quanto do Maranhão estiveram presentes. 

O secretário de Segurança, Luís Carlos Martins, abriu a homenagem falando sobre a dedicação do delegado à causa da Justiça, da correção e na busca do bem estar, na paz e da harmonia. “Sem qualquer demécio aos demais policiais, o delegado Bonfim se destacou com sua postura firme, porém serena, urbano, leal e com o espírito público. Teve compromisso com a instituição: policial civil teve um papel decisivo para o êxito de vários procedimentos que resultaram na prisão da quadrilha que tanto fez mal ao povo”, discursou o secretário. 

O coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Menandro Pedro, destacou que Bonfim é uma pessoa que conseguiu ser unânime. “Ele conseguiu comandar, administrar e é unanimidade desde a delegacia geral, a Secretaria de Segurança, delegados, agentes, funcionários e não só na Polícia Civil, mas na Militar e Rodoviária Federal e mais a população, todos gostam e o admiram. Parabéns por ter feito isso tudo para a segurança”, comentou. 

Policiais militares e civis do Maranhão que também estiveram na homenagem agradeceram a parceria nos casos e o auxílio com pessoal nas dificuldades e também pela amizade pessoal. 

O delegado da Polícia Civil, Riedel Batista, afirmou que a maior qualidade de Bonfim é a de ser mentor, professor. “Faço parte de uma geração formada pelo Bonfim, sua paciência, tino policial que nos passou. Obrigado por uma reserva moral, intelectual e policial”, ressaltou. 

Na Polícia Federal há sete anos, o delegado Ronaldo também fez parte dos quadros da Polícia Civil e agradeceu a honra de ter trabalhado com o delegado aposentado. “Agradecer por honrá-lo em vida, uma figura impoluta que jamais será esquecida”. 

Bonfim Filho agradeceu todas as homenagens e disse que sua história não foi vivida sozinho, afirmando que deve muito aos agentes, escrivães e a funções que não mais existem na PCPI como comissários, investigadores e o motoristas polícia.  

“Eu devo muito a experiência desses profissionais que foi nos ensinando. Quero dizer que foi com muito amor e vocação e tem tudo para dar certo. Obrigada pela paciência da minha família, já que foram muitas diligências, viagens e a confiança dos chefes que por aqui passado. Não sou merecedor disso, estou aqui como convidado. Tenho a sensação de dever cumprido”, finalizou Bonfim, dizendo que agora vai se dedicar à família, mas disse que é apenas um “até breve”, já que sempre estará pelos corredores das delegacias e da própria Secretaria de Segurança.    

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Imprimir